2 eventos ao vivo

Götze deixará o Borussia em julho para reforçar o rival Bayern

23 abr 2013
14h37
atualizado às 14h45

O jovem meia Mario Götze, de 21 anos, considerado uma das maiores promessas do futebol alemão, deixará o Borussia Dortmund em julho para reforçar o maior rival do time no país, o poderoso Bayern de Munique, anunciaram os dois clubes nesta terça-feira.

Tanto o Bayern como o Borussia divulgaram comunicados para confirmar as informações do diário Bild, que afirmou em sua edição desta terça-feira que o meia foi comprado por 37 milhões de euros.

Está notícia atrapalhou a serenidade dos dois clubes que vivem um momento crucial com as semifinais da Liga dos Campeões.

Mais tarde nesta terça-feira, o Bayern enfrenta o Barcelona na Allianz-Arena de Munique, enquanto o Borussia se prepara para receber o Real Madrid na quarta-feira.

"Poderia ser pior, poderiam ter anunciado isso quatro horas antes do nosso jogo", ironizou o técnico do time de Dortmund, Jurgen Klopp.

"Tive a confirmação ontem (segunda-feira), mas já sabia das negociações no dia seguinte da classificação para as semifinais (contra o Málaga, no dia 9 de abril), por isso só tive um dia mesmo para comemorar. É lógico que essa notícia sai num momento ruim", completou.

O presidente do Borussia, Hans-Joachim Watzke, foi o primeiro a mandar um comunicado, confirmando parcialmente as informações do Bild e salientando que estava "extremamente decepcionado", apesar de reconhecer que "a transferência ocorrerá dentro das clausulas do contrato".

Já o Bayern disse que se "comprometia a pagar a multa rescisória do jogador", cujo valor seria de 37 milhões de euros de acordo com o jornal.

Esta contratação confirma a estratégia do time bávaro, que costuma buscar seus reforços entre os melhores jogadores do próprio campeonato para enfraquecer os rivais.

De acordo com fontes ligadas ao clube, o futuro técnico do Bayern, o espanhol Josep Guardiola, teria pedido a chegada de Götze ao clube.

O meia enfrentará uma forte concorrência, já que o clube conta com grandes jogadores na posição, como o francês Franck Ribéry, o holandês Arjen Robben, o suíço Xherdan Shaqiri e os alemães Thomas Muller e Toni Kroos.

Formado nas categorias de base do Borussia, Götze está no clube desde os oito anos de idade.

Ele disputou seu primeiro jogo na Bundesliga com apenas 17 anos e chegou a ser chamado de "Messi alemão" pelo ex-craque Franz Beckenbauer.

Fundamental no bicampeonato do Bundesliga nas últimas duas temporadas da Bundesliga, o jogador já vestiu 22 vezes a camisa da Nationalmannschaft.

Muito habilidoso, já chegou a receber o apelido de "Götzinho" , em referência a craques brasileiros como Ronaldinho.

Logo depois do anúncio da transferência, o Götze foi hostilizado nas redes sociais por torcedores do Borussia, que o chamaram de "traidor".

Por isso o presidente do clube de Dortmund fez questão de pedir "o apoio incondicional" da torcida ao jogador na partida de quarta-feira diante do Real Madrid.

Por ironia do destino, Götze enfrentará seus futuros companheiros de equipe do Bayern no dia 4 de maio, pela 32ª rodada do Campeonato Alemão.

Em dezembro, tinha anotado o gol de empate do Borussia diante dos bávaros em partida que terminou pelo placar de 1 a 1.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade