1 evento ao vivo

Icasa segura Oeste, mas se afasta ainda mais do G-4 da Série B

9 out 2013
04h12
atualizado às 07h50

Precisando da vitória para brigar por uma vaga no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, o Icasa pouco fez no Estádio dos Amaros e apenas empatou em 0 a 0 com o Oeste. No segundo tempo, o time do Ceará precisou segurar o Rubrão para deixar o interior de São Paulo com um ponto.

A partida foi marcada por uma confusão nos minutos finais do primeiro tempo. Alegando ter levado uma cotovelada, Juninho Potiguar partiu para cima de Marcos Paraná e gerou discussão acalorada entre atletas das duas equipes.

Com o resultado, o Icasa chega aos 43 pontos se distancia ainda mais da zona de acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Quinta colocada antes da 28ª rodada, a equipe cearense pode cair até quatro posições. Já o Oeste soma 35 e segue em 13º, longe da zona de rebaixamento e do G-4.

Na próxima sexta, o Verdão do Cariri visita o Joinville, em duelo direto entre dois concorrentes que buscam se aproximar dos quatro primeiros colocados. Já o Oeste recebe o Sport, no sábado.

O jogo - O Oeste começou melhor a partida, acuando o Icasa em seu campo de defesa. Aos poucos, porém, o time cearense passou a se achar em campo e equilibrou as investidas. Boas jogadas, no entanto, eram raras - o primeiro lance de perigo veio apenas aos 20, quando de Dezinho mandou contra o próprio patrimônio.

Sete minutos depois, Fernando Leal fez grande defesa em cabeçada a queima roupa de Chapinha. No lance seguinte, o Oeste respondeu da mesma maneira, mas João Ricardo evitou o gol.Os lances acordaram as duas equipes, que passaram a fazer partida mais movimentada e tensa. Aos 37, Juninho Potiguar e Marcos Paraná se estranharam e geraram confusão generalizada. O jogador do Icasa deixou o campo sangrando e reclamando de uma cotovelada, mas os dois foram amarelados.

A troca de empurrões entre os atletas aumentou ainda mais o nervosismo nos minutos finais do primeiro tempo. Na saída para o vestiário, Tadeu e Adriano Alves bateram boca e tiveram que ser contidos pelos companheiros.

Na volta do intervalo, Marcos Paraná acertou belo chute de fora da área e assustou João Ricardo. A partir daí, o Icasa passou a atacar mais, mas a má pontaria de Tadeu impediu o time cearense de abrir o placar.

Na metade final da segunda etapa, no entanto, o Oeste partiu para cima em busca dos três pontos e obrigou o Icasa a se fechar na defesa. Apesar do volume ofensivo, o Rubrão pouco perigo ofereceu a Fernando Leal. Em duas oportunidades, a bola ficou viva na área do Verdão e nenhum jogador do time paulista mandou para o gol, mantendo o zero no placar do Estádio dos Amaros.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade