0

Ídolo do Brasil-RS, Éder Machado morre carbonizado após acidente

14 jul 2014
19h11
atualizado às 19h30

Na madrugada desta segunda-feira, faleceu o atacante Éder Machado, de 31 anos. O dianteiro, com vasta experiência no futebol gaúcho, colidiu seu veículo na mureta de proteção de uma ponte, na Rodovia ERS-409, entre os municípios de Santa Cruz do Sul e Vera Cruz, e acabou carbonizado. "El loco", como ficou conhecido no estado, dirigia sem carteira de habilitação.

O acidente fatal ocorreu por volta das cinco horas da manhã. De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar, o atacante perdeu o controle do veículo por volta das 4h40 (de Brasília) da manhã e faleceu imediatamente, vítima do fogo instantâneo. O atleta voltava de um churrasco com os amigos, que sinalizava sua despedida de Santa Cruz do Sul.

Ídolo em Pelotas, onde defendeu as cores do Brasil, Machado também teve passagem marcante por Avenida (2011) e Santo Ângelo (2012). Fora do país, defendeu União da Madeira-POR, Leixões-POR e Al-Mesaimeer-CAT.O corpo do atacante foi velado em Santa Cruz do Sul, mas será sepultado em Alegrete-RS, sua cidade natal. Machado deixa mulher e dois filhos, de três e 11 anos.

Tragédia xavante - Esta não foi a primeira vez que o Brasil de Pelotas lamenta a perda de um ídolo por acidente de trânsito. Em 2009, o atacante uruguaio Cláudio Milar acabou vitimado por uma colisão do ônibus da delegação rubro-negra, nos arredores de Canguçu-RS. Junto com o dianteiro, faleceram o zagueiro Régis e o treinador de goleiro Giovani Guimarães.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade