PUBLICIDADE

Confira os candidatos ao título na Alemanha

7 ago 2009 - 09h56
(atualizado às 18h56)
Publicidade

Principais clubes do sul alemão, Bayern de Munique e Stuttgart se reforçaram bem na janela de transferências e, além de disputar a Liga dos Campeões, têm elencos suficientes para pensar no título nacional com força, especialmente os bávaros.

» Veja as fotos dos brasileiros na Alemanha
» Rei do equilíbrio, Campeonato Alemão começa cheio de favoritos
» Futebol alemão supera gigantes europeus em faturamento

O experimentado holandês Louis van Gaal, ex-Barcelona e Ajax, assumiu o comando do Bayern e, apesar de prescindir dos brasileiros Lúcio e Zé Roberto, assegurou a permanência do francês Franck Ribéry e gastou 50 milhões de euros (cerca de R$ 130 milhões) para contratar jogadores como os croatas Olic e Pranjic, o alemão Mario Gomez e o ucraniano Tymoschuk. O Stuttgart, que perdeu justamente Gomez, buscou Aliaksandar Hleb, ex-Barcelona, e o atacante Pavel Pogrebnyak, ex-Zenit, da Rússia.

O campeão Wolfsburg, ao contrário do que imaginava, segurou todos os seus nomes importantes e ainda reforçou o elenco com o nigeriano Obafemi Martins, o argelino Karim Ziani e o dinamarquês Thomas Kahlenberg. A base também foi mantida por Bayer Leverkusen e Hertha Berlin, que apostarão no crescimento de seus titulares.

Segundo clube a investir mais, o Hamburgo gastou 25 milhões de euros (cerca de R$ 60 milhões) em reforços para o elenco. Além do brasileiro Zé Roberto, que assinou por duas temporadas, a equipe apostou as fichas nos jovens atacantes Marcus Berg e Eljero Elia.

Clube mais popular da Alemanha, o Schalke 04 só botou a mão no bolso para contratar o atual treinador campeão. Felix Magath, que tem duas taças nacionais com o Bayern de Munique e deu o último troféu ao Wolfsburg, é o principal acréscimo do time, que lutará por um título que não vem há mais de 50 anos - praticamente com os mesmos jogadores.

Sem Diego, o Werder Bremen passa a ser uma incógnita, sobretudo em um torneio tão competitivo. O clube resgatou o meia Tim Borowski, que estava no Bayern, e ainda apostou alto no jovem Marko Marin, ex-Borussia Mönchengladbach e com passagens na seleção alemã.

Grafite ajudou Wolfsburg a faturar campeonato passado
Grafite ajudou Wolfsburg a faturar campeonato passado
Foto: Getty Images
Fonte: Redação Terra
Publicidade