0

"É a maior derrota da minha carreira", diz Mourinho

29 nov 2010
20h56
atualizado às 22h53
  • separator

O técnico do Real Madrid, José Mourinho estava muito chateado após a vexatória derrota sofrida por seu time hoje no Camp Nou, contra o Barcelona, por cinco gols a zero. Decepcionado com o maior revés de sua carreira como treinador, o comandante madridista disse que a partida foi um baile, e que seu time não teve a mínima chance de vencer.

Pep Guardiola cumprimenta José Mourinho após a goleada
Pep Guardiola cumprimenta José Mourinho após a goleada
Foto: AFP

"Não houve humilhação. É a maior derrota da minha carreira, mas é muito fácil de digerir a derrota, porque aconteceu em um jogo que você não tem chance de ganhar. Existem outras vezes você fica bravo porque perde em um erro do árbitro ou em uma falha grave, mas dessa vez não", comentou.

Mourinho resumiu o duelo dizendo que reuniu "uma equipe que jogou todo o seu potencial e um time que jogou muito mal. É uma merecida derrota, mas, novamente, é fácil de digerir". Além disso, o treinador minimizou a perda da liderança do Campeonato Espanhol.

"O campeonato será decidido no final. Estaremos sempre na disputa, até o fim. O Barcelona já está montado, e nós não. O resultado de hoje não mostra diferença entre as duas equipes", disse ele, reiterando que não espera uma queda muito grande no rendimento de seus atletas.

"Espero que este jogo não afete o psicológico dos jogadores. Depois do apito final eu disse a eles que o torneio ainda não acabou. Eu gostaria de jogar amanhã e não ter que esperar tanto tempo. Agora temos que treinar, jogar e ganhar", exclamou, ainda reclamando de falhas infantis de seu time.

"Tomamos dois gols perto do ridículo. Perdemos muito facilmente no mano-a-mano. Ficar com uma desvantagem de 2 a 0 tão cedo contra uma equipe como o Barcelona te dá duas escolhas: ficar com o 2 a 0 ou partir pra cima e tomar mais", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade