5 eventos ao vivo

José Mourinho deixa Real Madrid com poucos títulos e muitas polêmicas

20 mai 2013
16h37
atualizado às 17h23
  • separator
  • 0
  • comentários

Florentino Pérez anunciou nesta segunda-feira o final do ciclo de José Mourinho no Real Madrid, encerramento um período de três anos agitados, com poucos títulos, muitas polêmicas e uma sensação de fracasso admitida pelo próprio técnico português.

Florentino Pérez oficializou os boatos de que Mourinho deixará o Real
Florentino Pérez oficializou os boatos de que Mourinho deixará o Real
Foto: EFE

Pouco afeito ao estardalhaço, o presidente do clube madrilenho preferiu anunciar pessoalmente a saída de Mourinho ao fim desta temporada. Pérez mostrou conciliação entre as duas partes, deixando claro que clube e profissional chegaram juntos ao consenso de encerrar o contrato, que terminaria em 2016.

Mourinho seguirá como técnico do Real Madrid até o fim do Campeonato Espanhol, ou seja, comandando a equipe nos jogos contra Real Sociedad, fora de casa, e Osasuna, seu último no banco de reservas da equipe mandante no estádio Santiago Bernabéu.

Na sua última chance de conquistar um título, Mourinho falhou. A equipe caiu diante do Atlético de Madrid, e o português ainda foi expulso pelo árbitro Clos Gómez. Sua ausência na premiação do vice-campeonato se tornou a imagem dos seus últimos momentos no Real.

<p>Mourinho levou o Real Madrid mais longe na Liga dos Campe&otilde;es, mas n&atilde;o chegou a disputar o t&iacute;tulo</p>
Mourinho levou o Real Madrid mais longe na Liga dos Campeões, mas não chegou a disputar o título
Foto: AFP

A temporada atual, sua terceira no comando da equipe, terminou apenas com o título da Supercopa da Espanha, sobre o Barcelona. No Campeonato Espanhol, os comandados de Mourinho nunca ameaçaram o rival catalão. E na Liga dos Campeões, a mais traumática queda, com a equipe nas semifinais diante do Borussia Dortmund, com direito a uma derrota por 4 a 1 no duelo de ida.

Além da disputa que abriu esta temporada, Mourinho ganhou uma Copa do Rei da Espanha em 2010/2011 e um Campeonato Espanhol em 2011/2012. Isso faz com que as sua passagem pelo Real Madrid seja lembrada mais pelas várias polêmicas com rivais, jogadores do clube. Estas foram as três taças levantadas em 11 competições oficiais do técnico.

Na principal competição da Europa, a Liga dos Campeões, Mourinho teve um mérito, conseguindo levar o clube à três semifinais consecutivas após seis eliminações seguidas nas oitavas de final da competição.

Outro destaque positivo da passagem do português, e que cativou os torcedores, foi a capacidade de se opor ao "barcelonismo". Por diversas vezes, Mourinho contestou que os rivais eram o time a ser batido no futebol mundial.

<p>Treinador teve pol&ecirc;micas com jogadores como Iker Casillas e Pepe</p>
Treinador teve polêmicas com jogadores como Iker Casillas e Pepe
Foto: Ina Fassbender / Reuters

Entre os desafetos que fez, está o argentino Jorge Valdano, ex-diretor geral de futebol do clube, que caiu após uma queda de braço com Mourinho. Depois vieram as desavenças com o goleiro Iker Casillas e o zagueiro Pepe, entre outros.

O choque com o camisa 1 da seleção espanhola acabou voltando-se contra o português. Casillas foi barrado, depois se contundiu, e ao retornar encontrou o compatriota Diego López em seu lugar. Nos últimos meses da temporada, o ex-titular ficou no banco de reservas.

Melhor técnico do mundo para a Federação Internacional de História e Estatística de Futebol (IFFHS), em 2004 e 2005, e vencedor do Bola de Ouro da FIFA de melhor treinador em 2010, Mourinho não conseguiu um prêmio individual em seus três anos de Real Madrid.

Após seu início de carreira, dirigindo por curtos períodos Benfica e União Leiria, Mourinho sempre levantou taças importantes. Sua fama explodiu no Porto, onde ganhou 91 jogos em 127, conquistando uma Liga dos Campeões da Europa, uma Copa da Uefa, dois Campeonatos Portugueses, uma Copa de Portugal e uma Supertaça de Portugal.

Com o Chelsea, manteve sua média de grandes conquistas por temporadas. No clube inglês venceu 124 de 185 jogos, além de conquistar dois títulos do Campeonato Inglês, duas Copas da Liga, uma Copa da Inglaterra, e uma Supercopa da Espanha, em três temporadas.

Na Inter de Milão, outra passagem de sucesso, aumentando para 17 seu número de títulos. Na equipe conquistou uma Liga dos Campeões, dois Campeonatos Italianos, uma Copa da Itália, uma Supercopa da Itália, com 67 vitórias em 108 jogos.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade