1 evento ao vivo

Valdano defende preço inflacionado por Kaká e C. Ronaldo

16 jun 2009
17h39
atualizado às 18h10

O ex-jogador e ex-técnico argentino Jorge Valdano, diretor esportivo do Real Madrid, defendeu hoje as quantias milionárias pagas para contratar o meia brasileiro Kaká e o português Cristiano Ronaldo.

» As 25 maiores vendas dos jogadores da história do futebol

Valdano defendeu valores pagos por Cristiano Ronaldo e Kaká
Valdano defendeu valores pagos por Cristiano Ronaldo e Kaká
Foto: Getty Images

» C. Ronaldo escapa de ser acusado por acidente
» Diretor do Real elogia personalidade de Pellegrini
» Real Madrid oferece lista de jogadores por fax

"Tínhamos que reduzir a grande diferença em relação ao Barcelona e isso não se consegue entrando no mercado timidamente, e sim com um alto investimento", disse Valdano.

Kaká foi contratado junto ao Milan por 67 milhões de euros (R$ 173 milhões), enquanto Cristiano Ronaldo veio por quase 94 milhões de euros (R$ 257 milhões). Os valores geraram críticas. Muitos afirmaram ser "escandaloso" pagar tanto em um momento de forte crise econômica mundial.

Valdano admitiu que as transações causam "grande impacto" em meio à crise, mas lembrou que qualquer jornal econômico recomenda às empresas investir para tentar reativar a economia. "É exatamente isso que estamos fazendo", assegurou.

"O Real Madrid é um líder do futebol mundial e tem de gerar dinheiro para poder competir contra o Milan de Berlusconi e o Chelsea de Abramovich", declarou.

Ao avaliar Kaká e Cristiano Ronaldo, Valdano destacou que ambos são "dois grandes profissionais". "Kaká é um talento superior, um jogador esperto, que não enfeita e possui uma técnica muito delicada e concreta, com uma velocidade que desequilibra. Ele fascinará a torcida do Real", comentou.

Sobre Cristiano Ronaldo, explicou que "é um jogador mais exuberante, de velocidade e potência, e que possui uma velocidade incrível".

Valdano confirmou que o Real Madrid contratará de quatro a cinco jogadores. O clube fez uma oferta pelo atacante espanhol David Villa, do Valencia, e segue interessado no francês Franck Ribery, do Bayern de Munique. Porém, o dirigente reconheceu que a contratação do meia é complicada porque os alemães não vão liberá-lo.

Contrariando informações da imprensa, Valdano disse que o Real nunca pensou na contratação do atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, da Inter de Milão.

Valdano confirmou ainda que alguns jogadores do atual elenco terã de sair. É o caso do atacante holandês Arjen Robben. "Aconselhamos a ele que estude as ofertas que recebemos", revelou o ex-jogador e ex-técnico argentino, acrescentando que o clube seguirá contando com o atacante argentino Gonzalo Higuaín e o meia espanhol Guti.

Valdano reconheceu que as novas contratações podem questionar a titularidade de Raúl, ídolo do time, mas acha que ele encontrará seu lugar.

EFE   
publicidade