0

Cristiano Ronaldo diz que pressão no Real Madrid é maior do que em Manchester

14 jan 2013
11h16
atualizado às 13h03

O atacante português do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, concedeu uma entrevista nesta segunda-feira ao site da Fifa na qual afirma que há mais pressão no clube espanhol do que no Manchester United, e deixou claro que pretende cumprir seu contrato com sua atual equipe.

"Acredito que no Real Madrid tem mais pressão que em Manchester. Depois de três anos e meio aqui, posso afirmar isso porque todos estão muito concentrados em ganhar a décima Liga dos Campeões. isso cria uma certa ansiedade que pode ser sentida em todos os momentos", declarou o português que ficou mais uma vez em segundo na eleição da Bola de Ouro, vencida por Lionel Messi do Barcelona.

"É muito pressão, e algumas vezes nos afeta, mas temos que tentar nos sobrepor a isso, esquecer um pouco o que a imprensa diz todos os dias", declarou Ronaldo sobre a repercussão do clube da capital espanhola.

O time dirigido por José Mourinho, que venceu o Campeonato Espanhol na temporada passada, vem protagonizando um inicio de temporada decepcionante, acabando o primeiro turno da Liga 18 pontos atrás do seu grande rival Barcelona.

"Não começamos bem o campeonato. Sabemos que dificilmente ganharemos a Liga, mas no futebol nada é impossível. Vamos trabalhar e ganhar jogos e depois saberemos nossa situação. E claro, ainda estamos na Liga dos Campeões e na Copa da Espanha, então ainda temos muito o que ganhar este ano", explicou o português.

Ronaldo também defendeu o seu técnico, criticado nas últimas semanas pela decisão de deixar no banco de reservas o goleiro Iker Casillas, capitão da equipe.

"As pessoas falam o que querem, e tenho que respeitar, mas acho que deveriam ter mais paciência. Eu tenho certeza que Mourinho sempre quer o melhor para o clube e que ele vai defender os interesses do Real Madrid até a morte. Todos que estão ao seu lado sabem disso, mas temos que respeitar a opinião do público", informou.

Sobre os rumores de sua possível saída do clube, o jogador deixou claro que quer cumprir seu contrato. "Quero acabar meu contrato com o Real Madrid, com certeza. Depois disso eu não sei", declarou sobre seu vínculo com o clube que acaba em 2015.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade