PUBLICIDADE

Itália afasta desconfiança e bate Bélgica na estreia da Euro

13 jun 2016 18h01
| atualizado em 14/6/2016 às 09h35
ver comentários
Publicidade
Foto: EFE

Estreando pelo Grupo E da Eurocopa, a Itália enfrentou a Bélgica e venceu por 2 a 0. Em partida realizada no estádio Gerland, em Lyon, a seleção tetra-campeã do mundo, apesar de não ter sido cotada como favorita para o duelo, mostrou muita organização para vencer com gols de Giacherini e Pellè.

Com o resultado, a Azzurra assume a liderança da chave, seguida por Irlanda e Suécia, que empataram nesta tarde, e pela Bélgica, com zero pontos.

Pela próxima rodada, os italianos entram em campo na sexta-feira, quando encaram a Irlanda. Já a seleção da Bélgica mede forças com a Suécia, no próximo sábado.

Foto: EFE

O jogo - O encontro entre as favoritas para classificação do Grupo E começou mais para o lado da jovem seleção belga. Após os primeiros minutos de estudo e cautela, a Itália passou a ser envolvida pelos passes e pela forte movimentação dos oponentes, mas conseguiu fazer valer o seu tradicional sistema defensivo. Aos 10 minutos, Nainggolan arriscou de longe e obrigou Buffon a fazer uma grande defesa e mandar a bola para escanteio. Aos 21 minutos, o volante tentou de novo de fora da área, mas dessa vez, a bola não tomou o caminho do gol.

A Azzurra só veio responder aos 29 minutos, quando Pellè resolveu emendar um chute de longe, no cantinho, mas acabou mandando para fora, com perigo. A partir daí, a seleção tetra-campeã mundial passou a gostar do jogo e, dois minutos depois, Bonucci fez uma ligação direta primorosa, encontrando Giacherinni livre de marcação, que só teve o trabalho de dominar perto da marca do pênalti e finalizar no canto esquerdo de Courtois. Aos 35 minutos, Candreva tentou de longe e obrigou o goleiro do Chelsea a mandar para a linha de fundo. Sem tempo para mais nada, os italianos foram para o intervalo vencendo por 1 a 0.

A emoção do gol italiano foi tanta que o técnico Antonio Conte machucou o nariz na comemoração e teve que ser atendido.

Com os belgas brigando pelo empate, o segundo tempo começou cheio de espaços, o que fez com que as equipes tivessem uma série de chances lá e cá. Aos sete minutos Candreva chutou e foi abafado por Verthongen. No contra-ataque, Lukaku saiu livre, chutou na cara do gol e acabou mandando por cima; a bola ainda chegou a raspar o travessão. Em seguida, Pellè recebeu cruzamento e cabeceou no cantinho, obrigando Courtois a fazer uma defesa cinematográfica.

Aos 10 minutos, a Bélgica respondeu com Hazard chutando cruzado e fazendo com que o consagrado Buffon brilhasse desta vez. A partida se encaminhou aberta até os minutos finais, com as duas equipes buscando o gol, mas coube aos goleiros assumir o protagonismo. Aos 37 minutos, Origi subiu livre, mas desperdiçou. O atacante do Liverpool ainda desperdiçou uma chance muito clara aos 43 minutos.

Aproveitando o fato de os oponentes estarem todos no ataque, os italianos esperaram a hora certa de contra-atacar e aproveitaram o espírito de matador de Graziliano Pellè, que recebeu cruzamento aos 45 minutos e fez um golaço de voleio. Desta forma, a Azzurra saiu vitoriosa em sua estreia na Euro, aplicando 2 a 0 em uma das seleções consideradas sensação do torneio.

FICHA TÉCNICA

BÉLGICA 0 X 2 ITÁLIA

Local: estádio Gerland, em Lyon (França)

Data: 13 de junho de 2016, segunda-feira

Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra)

Assistentes: Simon Beck (Inglaterra) e Jake Collin (Inglaterra)

Cartões amarelos: Bonucci, Chielinni, Thiago Mott e Éder (Itália)

Gol: Giacherini, aos 31  minutos do primeiro tempo, e Pellè, aos 45 minutos da segunda etapa (Itália)

BÉLGICA: Courtois, Alderweireld, Ciman (Carrasco), Vermaelen, e Vertonghen; Witsel, Fellaini, Nainggolan (Mertens), De Bruyne e Hazard; Lukaku (Origi)

Técnico: Marc Wilmots

ITÁLIA: Buffon, Darmian, Bonucci, Chielinni e Barzagli; Giacherini, De Rossi (Thiago Motta), Candreva e Parolo; Pellè e Eder (Imobile)

Técnico: Antonio Conte

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade