0

De olho na Seleção, Michel Bastos avisa: "jogo até no gol"

19 ago 2009
14h43
atualizado em 21/8/2009 às 14h34

Recém-contratado pelo Lyon, que pagou 18 milhões de euros para tirá-lo do Lille, Michel Bastos espera usar o novo clube como um trampolim para receber uma chance de Dunga na Seleção Brasileira.

"Acho que não fui chamado até agora por causa da posição e do time. Mas agora no Lyon é diferente. É um clube que mandou três jogadores para a última Copa (Cris, Juninho e Fred)", lembrou o jogador, em entrevista ao jornal L'Equipe.

Em relação à posição, Michel Bastos deixou o Brasil atuando como lateral esquerdo, mas agora está jogando no meio. Nada, porém, que sirva de empecilho ao treinador do time canarinho. Marcelo também chegou a jogar no setor de criação do Real Madrid. Mesma situação de Gilberto, quando defendia o Hertha Berlim. Ambos foram convocados.

"O Dunga diz que me chamaria para jogar na lateral esquerda, onde já tem o Marcelo e o André Santos. Isso é normal. Na minha última temporada no Brasil, marquei 12 gols nessa posição, jogando no Figueirense. Na época, diziam que eu era o melhor lateral do Brasil", assegurou o jogador.

Michel Bastos disse que, independentemente da posição, o mais importante é vestir a camisa amarelinha. Se fosse para escolher, porém, atuaria no meio. "Jogo onde o Dunga precisar. Não estou nem aí. Jogo até no gol. Servir a seleção é meu sonho desde pequeninho", contou.

"A preferência seria jogar na posição atual, na meia-esquerda, mas a concorrência é grande. Temos Kaká, Robinho e Ronaldinho", ressaltou o ex-lateral do Atlético-PR e Figueira.

Michel Bastos tentará impressionar Dunga
Michel Bastos tentará impressionar Dunga
Foto: Reuters
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade