publicidade
02 de fevereiro de 2013 • 17h33 • atualizado às 17h39

Após apagão, Manchester bate Fulham e abre 10 pontos na liderança

Jogadores de Fulham e Manchester United caminham no Craven Cottage Stadium durante "apagão"
Foto: Getty Images
 

Após um "apagão" ocorrido no Craven Cottage Stadium, em Fulham, o Manchester United contou com o atacante Wayne Rooney, autor do gol definidor, para vencer por 1 a 0, em resultado válido pela 25ª rodada do Campeonato Inglês. Mesmo jogando mal, o time consegue o triunfo para se manter distante na liderança da competição, longe de ser incomodado.

O confronto nas mediações de Londres contou com um ligeiro "apagão" aos 42min do primeiro tempo. O árbitro mandou os times para o vestiário, dando a entender que encerraria a etapa e acrescentaria o tempo que faltava ao segundo tempo, mas cerca de dez minutos depois fez todos voltarem ao gramado para os três minutos finais, já com a energia e iluminação devidamente restabelecidos.

De maneira provisória, a vantagem do Manchester United passa a ser de 10 pontos – pode voltar a 7 se o Manchester City, vice-líder, bater o Liverpool às 14h (de Brasília) deste domingo. Enquanto o United alcança os 62 pontos ganhos, o Fulham permanece estagnado na parte intermediária da tabela, com 28 pontos, no 13º lugar.

Na próxima rodada, o United enfrenta o Everton em seu estádio no domingo, às 14h, enquanto que o Fulham pega o Norwich às 13h do sábado, fora de casa. A vitória deste final de semana foi complicada: a equipe chegou a acertar a trave do Fulham no primeiro tempo, mas não foi soberana no confronto, sempre ameaçando, mas dando oportunidades claras ao adversário.

Rooney definiu a vitória aos 33min, quando recebeu lançamento dentro da área e, livre de marcação, tocou rasteiro no canto antes que os adversários os alcançassem. Nos acréscimos, o jogo esquentou. Van Persie salvou o Manchester do empate ao evitar o gol de cabeça em cima da linha após cobrança de escanteio. Pelos visitantes, Chicharito perdeu chance cara a cara com Schwarzer ao tentar dribá-lo.

Terra