2 eventos ao vivo

Campeonato Inglês

Chelsea supera gol histórico do Stoke e dispara na ponta

Tony O'Brien / Reuters

Charlie Adam marca de trás do meio-campo, mas Hazard e Rémy garantem vitória para a equipe comandada por José Mourinho no Stamford Bridge

4 abr 2015
15h23
atualizado às 15h32
  • separator
  • 0
  • comentários

O Stoke City até tentou estragar a festa dos donos da casa neste sábado, mas nem mesmo com um gol histórico, anotado de trás do meio-campo, foi capaz de atrapalhar a caminhada rumo ao título do Campeonato Inglês do Chelsea. Jogando no Stamford Bridge, os comandados por José Mourinho saíram na frente com Hazard, mas viram Charlie Adam empatar com um golaço e apenas na etapa final, em uma falha do goleiro rival, conseguiram fechar o placar com uma vitória por 2 a 1, disparando na tabela de classificação.

Com a vitória, o Chelsea se mantém na liderança isolada do campeonato nacional, mesmo com um jogo a menos a equipe agora soma 70 pontos, sete a mais que o Arsenal, vice-líder provisório, e nove sobre o Manchester City, que entra em campo apenas na segunda-feira contra o Crystal Palace. Já o Stoke se mantém no meio da tabela, na décima posição, com 42 pontos e três derrotas seguidas.

Hazard cobrou pênalti com categoria para abrir o placar para o Chelsea
Hazard cobrou pênalti com categoria para abrir o placar para o Chelsea
Foto: Tony O'Brien / Reuters

Apesar de ter dominado totalmente o primeiro tempo e ter criado diversas chances ofensivas, o Chelsea não conseguiu ir para os vestiários com uma vantagem sobre o Stoke City. Com sua tradicional frieza, Hazard converteu pênalti sofrido por Fabregas com perfeição, mas viu Charlie Adam empatar com um golaço de antes do meio de campo que encobriu Courtois.

No mesmo ritmo da etapa inicial, o Chelsea manteve sua superioridade no segundo tempo, mas mesmo assim ainda sentia dificuldades para penetrar no sistema defensivo dos visitantes. O gol da vitória aconteceu apenas após uma falha do goleiro rival, que saiu jogando errado com as mãos e viu Hazard invadir a área e apenas rolar para Rémy garantir a vitória dos donos da casa. O Stoke ainda tentou reagir, até acertou uma bola na trave, mas acabou sucumbindo diante dos líderes do Inglês.

Na próxima rodada, o Chelsea visita o Queens Park Rangers, sábado, às 11h (de Brasília), no estádio Loftus Road, enquanto o Stoke City encara o West Ham, no mesmo dia e horário, no Boleyn Ground.

GOLS

Chelsea 1 x 0 Stoke City - 37min do primeiro tempo
Fabregas recebeu dentro da área, cortou Wollscheid, que perdeu o tempo da marcação e derrubou o meia. Hazard cobrou com frieza e abriu o placar para o Chelsea.

Chelsea 1 x 1 Stoke City - 43min do primeiro tempo
Gol histórico! Hazard perdeu a bola na área dos visitantes e Charlie Adam recebeu ainda no campo de defesa. Ao notar o goleiro Courtois adiantado, o volante arriscou antes do círculo central e viu a bola acabar no fundo do gol.

Chelsea 2 x 1 Stoke City - 16min do segundo tempo
O goleiro Begovic saiu jogando errado com as mãos, Willian interceptou e deixou com Hazard. O belga avançou até dentro da área e apenas rolou para Rémy, sem goleiro, tocar para o fundo do gol.

Craques se rendem a golaço

Charlie Adam vibra com golaço marcado sobre Courtois no Stamford Bridge
Charlie Adam vibra com golaço marcado sobre Courtois no Stamford Bridge
Foto: Ian Walton / Getty Images

O gol anotado por Charlie Adam, de trás do meio-campo, dificilmente será esquecido pelos torcedores que lotaram o Stamford Bridge neste sábado, pela 31ª rodada do Campeonato Inglês. Assim que a bola estufou as redes de Courtois, as redes sociais foram inundadas por elogios ao volante do Stoke City. Além de internautas comuns, o lance também foi festejado por lendas que atuaram na Inglaterra. Philip Neville, Michael Owen, Rio Ferdinand e Ruud Gullit fizeram questão de reverenciar a pintura, palavras utilizadas pelo ex-zagueiro do Manchester United e pelo ex-atacante da seleção inglesa. 

Diego Costa se sacrifica e sente lesão

Apesar da vitória, José Mourinho saiu com uma dor de cabeça do Stamford Bridge. Na tentativa de conseguir triunfar, o técnico apostou na entrada de Diego Costa no intervalo, que voltava ao time neste sábado após se recuperar de uma lesão na coxa esquerda. Para decepção de todos, o atacante brasileiro naturalizado espanhol não aguentou mais de dez minutos, sentiu a perna e precisou ser substituído por Drogba.

Diego Costa aguentou apenas dez minutos no Stamford Bridge
Diego Costa aguentou apenas dez minutos no Stamford Bridge
Foto: Tony O'Brien / Reuters
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade