0

Jogador do Bolton está na UTI e em situação crítica

17 mar 2012
18h14
atualizado às 19h03

Após sofrer um colapso durante o jogo entre Bolton e Tottenham, pelo Campeonato Inglês neste sábado, no Estádio White Hart Lane, o volante Fabrice Muamba, do Bolton, se encontra em situação crítica no London Chest Hospital, em Londres. O atleta foi encaminhado às pressas ao local assim que passou mal durante a partida.

A informação vem contra as notícias iniciais, que diziam que Muamba estava em situação estável. "Criticamente doente", de acordo com o hospital, o volante ainda passou por alguns minutos de desfibrilação antes de chegar ao hospital, e não conseguia respirar nem com auxílio de aparelhos quando saiu do gramado. A partida foi cancelada pelo árbitro Howard Webb.

Segundo informações do próprio Bolton, Muamba teve um colapso por volta dos 41min do primeiro tempo, quando a partida estava empatada por 1 a 1. Mesmo sem ter nenhum jogador por perto, o atleta caiu no gramado, sentindo-se mal e tremendo bastante. Atendido ainda no gramado pelos médicos presentes no estádio, o volante saiu de maca. Agora, está em recuperação no hospital londrino.

Histórico

Fabrice Muamba nasceu em 6 de abril de 1988, em Kinshasa, no Zaire. Seu pai, Marcel, trabalhava como conselheiro do então primeiro-ministro do país, o tenente-general Mobutu Sese Seko. No início da década de 90, movimentos de insurreição popular ameaçaram derrubar o governo sob acusação de corrupção, tornando Marcel um dos alvos. Ameaçado, ele fugiu do país em 1991 e pediu asilo na Inglaterra.

Três anos depois, Fabrice, então com 11 anos, e sua mãe, receberam permissão para se juntar a Marcel em Londres. Quando chegou à capital inglesa, Fabrice sabia falar Lingala, língua local do Zaire, e francês.

Adaptou-se com rapidez aos costumes e à cultura inglesa e passou a integrar as categorias de base do Arsenal, onde conseguiu se profissionalizar. Em 1997, Laurent-Désiré Kabila invadiu Kinshasa e assumiu o poder no país. O Zaire passaria a ser chamado República Democrática do Congo.

Fabrice Muamba não chegou a atuar pelo Arsenal: foi emprestado ao Birmingham City em 2006 e então contratado pelo clube no ano seguinte. Em 2008, passou a atuar pelo Bolton Wanderers, clube pelo qual fez 130 partidas e marcou três gols. Ele defendeu todas as seleções de base da Inglaterra. Em 2011, recusou um chamado para defender a seleção profissional do Congo, por motivos políticos ligados à família.

Muamba nunca chegou a voltar ao seu país natal e, com as boas atuações pela seleção sub-21 da Inglaterra, era cotado pelo então técnico Fabio Capello a receber uma chance na equipe profissional. O jogador foi apontado pelo jornal The Guardian como um dos mais promissores volantes do futebol britânico.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade