PUBLICIDADE

Liverpool reinicia investida por título e fim do jejum

14 ago 2009 - 13h26
Publicidade

Dassler Marques


Se a temporada passada do Campeonato Inglês tinha caráter de tira-teima para o Liverpool, a que se inicia neste sábado é praticamente uma questão de vida ou morte. Sem conquistar o torneio há 19 anos, o maior campeão viu o Manchester United levantar a última taça e se igualar em títulos nacionais. Manter essa hegemonia é a missão para o time liderado por Steven Gerrard.

"Espero que esse possa ser nosso ano de ganhar o título e entrar para a história. Acredito que ano passado tivemos boas atuações e o aproveitamento dentro de casa foi a chave, porque empatamos muitos jogos e isso nos deixou distantes do título. Se melhorar nisso, temos grandes chances", disse o brasileiro Lucas, em entrevista exclusiva ao Terra.

Como foi vice-campeão na temporada passada, e até campeão do primeiro turno, o Liverpool praticamente não alterou o elenco para tentar mais uma vez vencer o Campeonato Inglês. Vender Xabi Alonso para o Real Madrid foi inevitável, pois era a própria vontade do atleta. No mais, o treinador espanhol Rafael Benítez contará com os mesmos jogadores, com destaque para a dobradinha entre Gerrard e o espanhol Fernando Torres.

"O único clube inglês que contratou bastante foi o City. Acho que quando você tem um elenco pronto, busca os jogadores-chaves", explicou Lucas, que ganhou o italiano Alberto Aquilani, ex-Roma, como concorrente por um posto entre os titulares. "Essa crise financeira afetou muito os clubes, principalmente os ingleses. Até o Manchester United que arrecadou muito com o Cristiano Ronaldo não gastou", disse o ex-gremista, que tem poucas chances de retornar ao Brasil para defender o Corinthians.

A saída do português Ronaldo, destaque absoluto nas últimas duas edições vencidas pelo Manchester United, também anima os rivais, que agora só correm o risco de enfrentá-lo em torneios internacionais em que joguem contra o Real Madrid.

"A perda dele dá esperança para os outros. Vai ser um time que vai brigar novamente, mas o Cristiano Ronaldo foi muito decisivo e queira ou não foi uma perda muito grande. Mas também não podemos esquecer que ele não jogava sozinho, porque se você ver o elenco, tem vários jogadores que podem ser trocados e seguem com qualidade".

O Liverpool estreia no Campeonato Inglês já com uma pedreira: no próximo domingo, visita o Tottenham em White Hart Lane, em Londres.

Gerrard e Torres concentram as maiores expectativas do Liverpool que tenta acabar com jejum
Gerrard e Torres concentram as maiores expectativas do Liverpool que tenta acabar com jejum
Foto: Getty Images
Fonte: Redação Terra
Publicidade