0

Ramires é expulso, mas Lampard faz gol histórico e Chelsea vence

11 mai 2013
10h52
atualizado às 11h24
  • separator
  • comentários

O meia Frank Lampard escreveu mais um capítulo de sua história no Chelsea na manhã deste sábado: os dois gols marcados sobre o Aston Villa, na vitória por 2 a 1, pelo Inglês, fizeram com que ele se tornasse o maior artilheiro do clube de todos os tempos.

Lampard se tornou o maior artilheiro da história do Chelsea
Lampard se tornou o maior artilheiro da história do Chelsea
Foto: Reuters

Aos 43min do segundo tempo, Lampard recebeu cruzamento rasteiro e só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo da rede, para fazer o seu gol de número 203 com a camisa do Chelsea. O jogador ultrapassou o atacante Bobby Tambling, que teve passagem marcante pelos londrinos na década de 1960.

Lampard também praticamente garantiu a classificação do time à Liga dos Campeões da Europa da próxima temporada. Na terceira colocação, com 72 pontos, o Chelsea tem seis a mais do que o rival Tottenham, primeira equipe fora do G-4. Restam apenas duas rodadas para o final da competição.

Ramires foi expulso ainda no primeiro tempo
Ramires foi expulso ainda no primeiro tempo
Foto: Getty Images

Mas os comandados de Rafa Benítez não tiveram vida fácil no Villa Park. Logo aos 14min do primeiro tempo, Benteke abriu o placar mandante. Aos 44, o volante Ramires ainda recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso do jogo, desfalcando o Chelsea.

A expulsão de Benteke, no começo da etapa complementar, deixou a partida equilibrada, e foi aí que Lampard brilhou. Aos 15min, ele acertou belo chute no ângulo do goleiro Guzan, empatando. Faltando dois minutos para o fim do tempo regular, o armador marcou o tento histórico e assegurou o triunfo.

Enquanto isto, o Aston Villa desperdiçou ótima chance de quase se livrar do rebaixamento. Na 13ª posição, com 40 pontos, o time tem cinco a mais do que o Wigan, que abre a zona de degola, ainda joga nesta rodada e pode se aproximar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade