1 evento ao vivo

Europeus recuam sobre acerto entre Kaká e Real

3 jun 2009
07h54
atualizado às 08h09

A imprensa espanhola, que na última terça-feira anunciou a contratação de Kaká, do Milan, pelo Real Madrid, é menos categórica nesta quarta-feira a respeito da negociação e cita detalhes que ainda devem ser solucionados, além do interesse do Chelsea no meia-atacante brasileiro.

» Veja fotos de Kaká no Milan
» Chelsea entra na briga por Kaká, diz jornal
» Real paga R$ 180 mi por Kaká, dizem europeus
» São Paulo deve lucrar R$ 8,94 milhões

"A contratação não foi fechada, mas as partes consideram certo", diz o jornal esportivo As, que menciona a "pressão" do Chelsea como motivo do atraso. Já o Marca destaca que a negociação não será oficializada antes da próxima semana.

A rádio Cadena Ser e os jornais As e Marca deram por certa na noite de terça-feira a chegada de Kaká ao Real Madrid, em uma negociação de 65 milhões de euros (cerca de R$ 180 milhões) e na qual o brasileiro assinaria contrato de cinco anos com o clube espanhol, com um salário de nove milhões de euros (cerca de R$ 24,8 milhões) por temporada.

As negociações aconteceram durante toda a terça-feira na capital espanhola entre o novo presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, o diretor do Milan, Adriano Galliani, e o pai e agente do jogador, Bosco Leite.

Segundo o As, uma delegação do Chelsea viajou a Milão para apresentar uma oferta superior a do Real Madrid. O clube inglês estaria disposto a pagar 80 milhões de euros (R$ 220 milhões) pelo jogador, o que faria da contratação de Kaká a mais cara da história.

O Chelsea ofereceria a Kaká um salário anual de 12 milhões de euros (cerca de R$ 32 milhões) e uma comissão ao pai do jogador de outros 12 milhões, o dobro do oferecido pelo clube espanhol.

A imprensa espanhola lembra ainda que o novo técnico do Chelsea, Carlo Ancelotti, que acaba de deixar o Milan, tentaria usar sua influência com Kaká para convencer o jogador a trocar Milão por Londres.

Kaká interessa a Real e Chelsea e pode deixar o Milan, time que defende desde 2003
Kaká interessa a Real e Chelsea e pode deixar o Milan, time que defende desde 2003
Foto: AP
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade