1 evento ao vivo

Inter ofende Totti com cartaz e técnico da Roma cobra punição

17 mai 2010
09h16
atualizado às 09h25

O discurso dos jogadores e dos dirigentes de Inter e Roma após a decisão do Campeonato Italiano foi amistoso, mas a rivalidade entre os rivais voltou a se acender ainda no domingo. Durante a festa da equipe de Milão pela 18ª conquista nacional, destacou-se no ônibus que levava os atletas uma faixa ofensiva ao meia Francesco Totti. A atitude irritou bastante o técnico do time da capital, Claudio Ranieri.

No início da tarde de domingo, a Inter confirmou o título com uma vitória por 1 a 0 em Siena, tornando inútil o placar de 2 a 0 construído pela Roma contra o Chievo, também fora de casa. À noite, no retorno a Milão, cerca de 50 mil torcedores recepcionaram os jogadores na Piazza del Duomo, no centro da cidade.

Em meio à grande festa, um cartaz pendurado no ônibus que carregava os atletas com os seguintes dizeres criou bastante polêmica: "Totti, em vez do polegar na boca, coloque o (dedo) médio no c...". A referência era ao modo como o astro da Roma costuma comemorar gols, colocando o dedo na boca e imitando uma chupeta, em homenagem a seus dois filhos.

Nesta segunda-feira, quem não gostou de saber sobre o caso foi Claudio Ranieri, que cobrou uma punição à Inter. Segundo o treinador, só assim haveria justiça depois da polêmica de abril, quando Totti foi multado em 20 mil euros (R$ 44,5 mil) por ter provocado a torcida da Lazio após a vitória por 2 a 1 no clássico - na ocasião, o meia-atacante apontou os polegares para baixo, indicanto que o time alviceleste cairia para a segunda divisão italiana, possibilidade que não se concretizou.

"Totti, em vez do polegar na boca, coloque o (dedo) médio no c...", diz cartaz no onibus da Inter
"Totti, em vez do polegar na boca, coloque o (dedo) médio no c...", diz cartaz no onibus da Inter
Foto: Reuters
Fonte: Redação Terra
publicidade