0

Morre italiano que foi companheiro de Pelé no Cosmos

1 abr 2012
13h33
atualizado às 16h32

Ex-jogador da seleção italiana e grande ídolo da Lazio, Giorgio Chinaglia morreu aos 65 anos neste domingo na Flórida, nos Estados Unidos. O ex-atacante havia sofrido um infarto na sexta-feira e morreu em uma clínica dois dias depois.

Chinaglia atuou no New York Cosmos entre 1976 e 1983, sendo companheiro de equipe do brasileiro Pelé e do alemão Franz Beckembauer. Com 193 gols marcados no período, ele se tornou o maior artilheiro da história da North American Soccer League (NASL), extinta liga de futebol que reunia equipes dos Estados Unidos e do Canadá.

Na Itália, o ex-atacante se destacou defendendo a Lazio entre 1969 e 1976. Em 1974, ajudou o clube a conquistar um de seus dois únicos títulos do Campeonato Italiano - o outro veio na temporada de 1999/2000. Ele foi o artilheiro daquela competição com 24 gols.

Pela seleção de seu país, Chinaglia disputou a Copa do Mundo de 1974, na Alemanha Ocidental, onde os italianos foram eliminados na primeira fase. Na ocasião, o então astro da Lazio se envolveu em uma grande polêmica ao xingar o técnico Ferruccio Valcareggi depois de ser substituído durante a vitória por 3 a 1 sobre o Haiti, pela primeira rodada do torneio.

Campeão italiano em 1974, Giorgio Chinaglia tinha 65 anos e sofreu infarto
Campeão italiano em 1974, Giorgio Chinaglia tinha 65 anos e sofreu infarto
Foto: AP
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade
publicidade