0
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Argentino brilha, Inter quebra jejum e leva inédita tríplice coroa

22 mai 2010
17h36
atualizado às 21h17

Com gols do argentino Diego Milito, a Inter de Milão bateu o Bayern de Munique por 2 a 0 neste sábado, no Santiago Bernabéu, em Madri, e conquistou a Liga dos Campeões da Europa após 45 anos de jejum. Este é o terceiro título do time italiano no mais nobre interclubes do Velho Continente.

Além de encerrar o incômodo tabu, a equipe comandada pelo técnico José Mourinho fez história ao garantir uma inédita tríplice coroa em seu país. Antes de triunfar na Liga, a Inter já havia levantado os troféus do Campeonato Italiano e da Copa da Itália. O Bayern, aliás, conseguiria o mesmo feito caso levasse a melhor nesta tarde.

Em um duelo tenso disputado no Bernabéu, que pode ser a "casa" de Mourinho a partir da próxima temporada (o treinador estaria na mira do Real Madrid), Milito abriu o placar com gol marcado aos 34min do primeiro tempo e definiu o resultado aos 25min da etapa final.

Conforme adiantado pelo técnico português, a Inter jogou a maior parte da final defensivamente. E o time, a exemplo do duelo da semi contra o Barcelona, novamente mostrou a consistência do setor, formado por três titulares da Seleção Brasileira (Júlio César, Maicon e Lúcio). Tanto que o Bayern terminou o primeiro tempo com mais de 60% de posse de bola, mas não conseguiu oferecer muito perigo. Na melhor chance, Robben cruzou rasteiro e Olic desviou para fora.

Já a Inter explorou bem os contra-ataques e abriu vantagem antes do intervalo. Aos 34min, Diego Milito tocou de cabeça para Sneijder e partiu para a área. O holandês devolveu para o argentino, que bateu com estilo. Pouco depois, em jogada rápida, Sneijder teve a chance de ampliar, mas parou no goleiro Butt.

O segundo tempo começou mais movimentado. Muller recebeu de Altintop e bateu para grande defesa de Júlio César no primeiro minuto. A resposta foi imediata: Pandev chutou com categoria após passe de Milito e Butt salvou. A partir daí, o panorama do jogo voltou a ficar similar ao da etapa inicial, com o Bayern com mais posse, tentando pressionar a Inter.

O time alemão, que não contou com Ribéry, suspenso, teve duas boas chances de empatar, mas parou em Júlio César, que defendeu chutes de Altintop e Robben. A Inter, porém, acabou com as pretensões dos bávaros em mais um contra-ataque fatal: Eto'o deu lindo passe para Milito, que cortou o zagueiro Van Buyten antes de estufar as redes aos 25min.

O Bayern partiu para cima nos minutos finais, mas não evitou o vice e adiou seu quinto título continental. Melhor para a Inter, que não disputava a final da Liga desde 1972 (perdeu do Ajax), para Milito, que foi ovacionado ao ser substituído nos acréscimos, para Mourinho, que triunfa na Europa pela segunda vez (foi campeão com o Porto em 2004), e para a torcida italiana, que fez grande festa nas arquibancadas na Espanha.

Jogadores da Inter fazem a festa com a taça da Liga
Jogadores da Inter fazem a festa com a taça da Liga
Foto: AP
Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade