Liga dos Campeões

publicidade
12 de fevereiro de 2013 • 21h19 • atualizado às 21h31

Leonardo elogia PSG, destaca Lucas, mas fala em "gosto amargo"

 

O diretor esportivo do Paris Saint-Germain, Leonardo, admitiu que a equipe volta para a França satisfeita com a vitória por 2 a 1 sobre o Valencia, mas com um "gosto amargo" devido ao gol sofrido nos instantes finais e a expulsão de Zlatan Ibrahimovic.

"Está aberto. Começar o jogo marcando dois gols, administrando bem, foi muito bom, mas sofremos um gol, nos anularam outro, que era legal, sofremos uma expulsão", lamentou o dirigente, que vestiu a camisa das duas equipes como jogador.

Leonardo mostrou irritação com o árbitro Paolo Tagliavento, pela expulsão do principal jogador da equipe, que nem mesmo recebera um cartão amarelo. "Deu o vermelho porque era o Ibrahimovic, senão fosse ele, não daria. As explicações estão na imagem, ele tenta pegar a bola. Foi uma expulsão injusta", comentou.

O ex-lateral esquerdo da seleção brasileira ainda destacou a atuação de dois de seus jogadores. "Fizemos uma grande partida. Pensamos em nos defender bem e jogar no contra-ataque, porque temos jogadores muito rápidos como Lucas e Lavezzi, que fizeram a diferença hoje".

O técnico do Paris Saint-Germain, Carlo Ancelotti, também admitiu ter gostado da atuação da equipe, e de defendeu seus jogadores. "Não houve relaxamento nosso no fim do jogo. O gol do Valencia saiu em uma jogada isolada, em bola cruzada. Mereceram o gol", explicou o comandante.

EFE EFE - Agencia EFE - Todos os direitos reservados. Está proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia EFE S/A.