1 evento ao vivo
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Nomes em comum marcam história da rivalidade entre Bayern e Dortmund

22 mai 2013
18h22

Ottmar Hitzfeld, Mathias Sammer e muitos outros, estão entre as personalidades do futebol alemão que têm seus nomes associados tanto ao Borussia Dortmund, como ao Bayern de Munique, os dois protagonistas da final da Liga dos Campeões da Europa, que será disputada neste próximo sábado.

O caso de Hitzfeld, que ganhou a maior competição do continente com o Dortmund em 1997 e com o Bayern em 2001, talvez seja o mais impressionante entre os treinadores. Alguns atletas, como Jürgen Kohler, Stefan Reuter e Torsten Frings, também tiveram passagens pelos dois clubes.

No entanto, o maior colecionador de sucessos pelos dois clubes é o ex-jogador Mathias Sammer, que teve seus principais feitos dentro de campo no Borussia, onde foi campeão alemão em 1995 e 1996, além de ter vencido a 'Champions' em 1997, como jogador. Depois, se sagrou campeão alemão em 2002 como técnico.

Atualmente, Sammer faz sucesso como diretor esportivo do Bayern de Munique. Ele foi um dos responsáveis, inclusive, pela contratação de um dos principais jogadores do Borussia Dortmund, o meia Mario Gotze.

As passagens dos jogadores por ambos os clubes sempre foi feita sem maiores problemas, como nos casos de Reuter e Kohler, campeões do Alemão pelo Dortmund, mas que antes jogaram pela Juventus e depois foram até o Bayern de Munique.

O caso de Hitzfeld, por outro lado, teve outra dimensão. O treinador chegou ao Borussia Dortmund em 1991, com a missão de evitar o rebaixamento. Um ano antes do fim de seu contrato, com dois nacionais e um título europeu no currículo, recebeu proposta do rival.

A equipe do Vale do Ruhr não o liberou, e assim, Hitzfeld teve que ficar mais um ano como diretor esportivo antes de chegar ao Bayern. Com o Bayern de Munique, Ottmar Hitzfeld conquistou foi tricampeão alemão e conquistou a Liga dos Campeões, em 2000.

Neste ano, o Borussia Dortmund passava por uma grave crise, e quem teve que evitar o rebaixamento do clube foi Udo Latteck, que assumiu a equipe faltando cinco rodadas para o final do campeonato daquele ano.

Latteck já havia ganho a Liga dos Campeões com o Bayern de Munique em 1974, também como treinador, e não havia obtido sucesso em sua primeira passagem pelo Dortmund, nos anos 80.

O veterano comandante conseguiu evitar o rebaixamento do clube, mas preferiu voltar a sua condição de aposentado, passando o comando do time para Matthias Sammer, que em 2002, interrompeu a hegemonia do Bayern de Hitzfeld e conquistou o Campeonato Alemão.

No entanto, o Borussia Dortmund entrou novamente em crise e acabou vendendo um de seus principais jogadores, o volante Torsten Frings, justamente para o Bayern de Munique.

Sammer deu continuidade a sua carreira como treinador e depois foi contratado pelo Bayern de Munique, aonde nunca atuou como jogador, para se tornar diretor esportivo e contratar Mario Götze logo no início de sua passagem pelo clube, esquentando mais uma vez a grande rivalidade entre os dois clubes.

EFE   
publicidade