0
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Torcedores de Bayern e Inter confraternizam à espera da final

22 mai 2010
10h22
atualizado às 11h23

Lúcia Müzell
Direto de Madri

A rivalidade vai ser posta à prova em campo, mas enquanto esperam a grande final da Liga dos Campeões, na noite deste sábado, em Madri, os torcedores do Bayern de Munique e da Inter de Milão fazem a festa juntos pelas praças da capital espanhola. O ponto de concentração das duas torcidas é a Praça do Sol, no centro histórico da cidade, onde desde a manhã deste sábado os gritos dos dois lados são ouvidos sem pausa.

A cordialidade entre os alemães e italianos é exemplar. Torcedores do Bayern e da Inter brincam, se abraçam e cantam juntos, mesmo que na hora de apostar no resultado da partida as opiniões sejam bem diferentes. Enquanto os italianos não arriscam placares elásticos, os alemães jogam as fichas em uma lavada do Bayern, que se consagrou com o melhor ataque do campeonato, com 21 gols.

"Vai ser 4 a 0. Dois do Müller e dois do Olic", aposta Alex Scheibe, 26 anos, que chegou de Munique pela manhã e vai ficar em Madri apenas o tempo de aproveitar a final. "Os preços estão exorbitantes. Vou festejar muito a vitória e depois já embarco de volta para a Alemanha, às 6h", completou. "Eu acho que, no pior dos resultados, vamos colocar 3 a 1 neles", disse Steven Zielbauer, 26 anos e fanático torcedor do Bayern.

Reconhecidos pela ofensividade ao longo do campeonato, os alemães são mais ousados. No Bayern, o técnico holandês Louis Van Gaal conseguiu mesclar a eficiência alemã com a agressividade holandesa, num time que impressionou nas semifinais ao vencer por 3 a 0 o francês Lyon, na casa do adversário. O ponto fraco é a ausência do francês Frank Ribéry, que está suspenso.

Já a Inter de Milão, comandada pelo técnico português José Mourinho, tem fama de ser defensivo. Reputado pela defesa sólida e o futebol sem brilho, porém de resultados, a equipe italiana leva ao campo um time recheado de ídolos que estarão na Copa da África do Sul, como o trio de brasileiros Maicon, Lúcio e Júlio César e o camaronês Eto´o, sem contar o atacante Milito, que acabou ficando de fora da Seleção Argentina.

"Vai ser um jogo tenso e difícil, mas vamos levar a taça por 1 a 0", afirmou o torcedor Iuano Pessinis, 25 anos. "Estamos há 45 anos sem ganhar e agora nada vai nos tirar o título, ainda mais com esse time cheio de brasileiros", brincou o empresário Giani, 45 anos, que junto com o filho Matteo, 10 anos, acredita em uma vitória de 2 a 1 para a Inter.

Vale lembrar que os dois times vêm de campanhas impecáveis e conquistaram os títulos nacionais dos seus países. O Bayern briga pelo quinto título da Liga, enquanto a Inter de Milão amarga um jejum de 45 anos sem vencer o campeonato europeu, gostinho que já sentiu por duas vezes.

A grande final da Liga dos Campeões começa às 15h45 (de Brasília), no Estádio Santiago Bernabéu. Os 80,3 mil ingressos estão esgotados e, nas mãos dos cambistas, chegam a custar 1,5 mil euros (R$ 3,5 mil).

Em clima de paz, torcedores de Inter e Bayern invadiram Madri
Em clima de paz, torcedores de Inter e Bayern invadiram Madri
Foto: Lucia Müzell / Especial para Terra
Fonte: Especial para Terra
publicidade