5 eventos ao vivo
Logo do Liga Europa
Foto: terra

Liga Europa

Chelsea, Basel, Benfica e Fenerbahçe lutam por título inédito na Liga Europa

1 mai 2013
16h46
atualizado às 16h52

A Liga Europa conhecerá seus dois finalistas nesta quinta-feira, quando o Chelsea receberá o Basel com a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, e o Benfica tentará se recuperar da derrota sofrida para o Fenerbahçe, por 1 a 0, em Istambul.

Quem avançar nas semifinais entrará em campo no dia 15 de maio, na Amsterdam Arena. Neste dia, a Liga Europa - contando as antecessoras Taças das Feiras e Copa da Uefa - terá um campeão inédito, afinal, nenhuma das quatro equipes levantou este troféu. Basel e Fenerbahçe, aliás, tentam a primeira conquista continental de suas histórias.

Curiosamente, todos os postulantes ao título haviam se qualificado inicialmente para disputar nesta temporada a Liga dos Campeões da Europa. O representante suíço e o turco caíram na última eliminatória antes da fase de grupos, enquanto Chelsea e Benfica ficaram com o terceiro lugar de suas chaves.

Para o time inglês, vale um parágrafo a parte, afinal, os 'Blues' são atuais campeões da 'Champions' e nesta temporada se tornaram os primeiros detentores a caírem na fase de grupos, ficando atrás de Juventus e Shakhtar Donetsk no grupo E, a frente apenas do modesto Nordsjaelland.

Na última quinta-feira, o Chelsea arrancou boa vitória do surpreendente Basel, com participação fundamental de David Luiz, que marcou de falta o gol que decretou o 2 a 1, aos 49 minutos do segundo tempo. Antes, o nigeriano Victor Moses havia aberto o placar e Fabian Schär empatado.

Na competição, o técnico Rafa Benítez tem feito um rodízio entre os titulares, já que no Campeonato Inglês a equipe ainda luta pela vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. Um desfalque, no entanto é certo: Ashley Cole, que está suspenso.

Se conquistou vantagem jogando fora de casa, não é possível garantir que o Chelsea terá moleza, afinal, o Basel surpreendeu nos três duelos eliminatórios que disputou na competição, tirando da competição Dnipro, Zenit São Petersburgo e Tottenham. Nas três fases, no entanto, a equipe suíça não conseguiu vencer como visitante.

Com vantagem de ter vencido o jogo de ida por 1 a 0, em casa, o Fenerbahçe, do volante brasileiro Cristian, ex-Flamengo e Corinthians, voltará nesta quinta-feira a Lisboa, onde, jogando justamente contra o Benfica sofreu sua maior derrota continental: 7 a 0, pela primeira fase da antiga Copa dos Campeões, em 1975/1976.

A lembrança do passado, no entanto, não faz parte da rotina do time turco, que vem de seis jogos de invencibilidade como visitante em competições europeias, com direito a empate com a Lazio, com o Spartak Moscou.

O Benfica, por sua vez, busca vaga na final em uma semana decisiva no Campeonato Português. Após perder o jogo de ida para o time turco, a equipe bateu o Marítimo por 2 a 1, e pode conquistar o título nacional na segunda-feira se bater o Estoril, caso o Porto seja derrotado pelo Nacional dois dias antes.

O time português é outro que está fazendo rodízio de jogadores. Com isso, o atacante Lima, ex-Santos, vem ficando no banco na Liga Europa, mesmo com os 19 gols marcados na temporada. Se ele jogar, deve reeditar a poderosa dupla com Cardozo, que balançou as redes 22 vezes na temporada.

EFE   
publicidade