PUBLICIDADE

Keirrison "some" no Benfica e provoca desconfiança no Barcelona

5 nov 2009 - 17h16
(atualizado às 17h24)
Publicidade

Dassler Marques


Os 14 milhões de euros investidos pelo Barcelona para levar Keirrison até a Europa fizeram do atacante uma das 30 negociações mais caras da última janela de transferências. Cedido por empréstimo ao Benfica, o ex-palmeirense é um dos grandes fiascos da temporada, sumindo no clube português e provocando a desconfiança dos catalães em razão do alto investimento.

Até esse momento, o Benfica disputou 15 partidas na temporada, sendo nove pelo Campeonato Português, cinco pela Liga Europa e ainda uma pela Taça de Portugal. Keirrison, que há alguns dias lesionou o joelho, esteve em campo em cinco desses jogos. Em apenas um deles, jogou os 90 minutos. Gols? Também não marcou ainda.

O Barcelona, que tinha o plano de ver Keirrison marcar um caminhão de gols atuando por uma liga menos competitiva na Europa, já considera a possibilidade de ampliar sua permanência em Portugal por mais um ano. "Nossa ideia é que ele fique um ou dois anos no Benfica", disse Txiki Begiristain, secretário técnico dos catalães, em entrevista ao jornal português A Bola.

O Terra falou com Marcos Malaquias, agente de Keirrison desde os tempos do Coritiba. E segundo o empresário, não há grandes motivos para desespero, apesar da lenta adaptação do jogador à Europa.

"Ele não fez a pré-temporada como os outros e houve uma sequência de coisas que não deram certo. Hoje, está ganhando peso, falta é sequência. É azar mesmo, não tem outra explicação. Mas ele é bem tratado, está feliz, converso com ele todos os dias. Só não está jogando", disse Marcos.

O agente admite a preocupação do Barcelona com o início de Keirrison, mas assegura ter controlado a situação após uma conversa. "Eles (dirigentes catalães) querem que ele jogue, o objetivo é esse. Agora, estão entendendo o que se passou. Já expliquei tudo. Daqui a pouco ele se recupera", diz otimista.

Para piorar a situação de Keirrison, o ataque do Benfica, sem ele, vive um grande momento. Entre as seis principais ligas europeias, nenhum time tem desempenho ofensivo comparado ao benfiquista.

No time onde quem brilha mesmo é Ramires, são 3,3 gol por jogo, em média, até aqui. Melhor que 3,2 do Arsenal, 2,6 do Barcelona e 2,5 da Inter de Milão. A dupla formada pelo paraguaio Oscar Cardozo, 15 gols na temporada, e o argentino Javier Saviola, nove gols, é a grande sensação do clube, que ainda tem Nuno Gomes e Weldon na reserva.

Apesar do cenário ruim, Marcos Malaquias descarta um retorno ao Brasil, já que Keirrison teve o nome comentado por São Paulo e Vasco. "Não há possibilidade. O treinador (Jorge Jesus) dá muito moral para ele, está ensinando o estilo de jogar do futebol europeu", afirma.

Uma coisa, até aqui, é certa: o Keirrison de hoje está bem distante do que impressionou com 65 gols durante os anos de 2008 e 2009 no futebol brasileiro.

Keirrison sofre para dominar a bola: início em Portugal preocupa dirigentes do Barcelona
Keirrison sofre para dominar a bola: início em Portugal preocupa dirigentes do Barcelona
Foto: Reuters
Fonte: Redação Terra
Publicidade