0

Itália jogou "com medo", admite Prandelli

22 jun 2013
20h37
atualizado às 20h40

O treinador da Itália, Cesare Prandelli, admitiu que sua equipe jogou "com medo" no primeiro tempo da derrota de 4-2 para o Brasil, mas elogiou o desempenho de seus comandados no segundo tempo.

"No primeiro tempo, estávamos com um pouco de medo contra a seleção brasileira, e não se pode mostrar medo", disse o treinador após a derrota que acabou confirmando o segundo lugar italiano no Grupo A da Copas das Confederações.

"O Brasil tinha atacantes prontos para o contra-ataque e isso é sempre perigoso. Quanto mais saíamos, más perigo corríamos. O Brasil foi forte e não nos deixou jogar como queríamos. No segundo tempo, tivemos coragem para continuar atacando, fomos muito bem", completou.

Ambas as seleções se classificaram às semifinais da competição, mas os pentacampeões ficaram com o primeiro lugar do Grupo A e enfrentarão o segundo do Grupo B em 26 de junho, em Belo Horizonte, enquanto os italianos jogarão no dia seguinte em Fortaleza provavelmente contra a Espanha.

Brasil e Espanha "são as seleções mais fortes", sentenciou Prandelli.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade