2 eventos ao vivo

Itália sai na frente, mas cede o empate à Inglaterra na segunda etapa

31 mar 2015
18h11
atualizado às 18h11
  • separator
  • 0
  • comentários

Mesmo jogando com a força de sua torcida, no Juventus Stadium, em Turim, a Itália não conseguiu bater a rival Inglaterra, em partida amistosa. A Azurra até saiu na frente com Pellè, aos 28 minutos do primeiro tempo. Entretanto, Townsend, que entrou na segunda etapa, tratou de igualar o marcador aos 33 minutos da etapa complementar.

O próximo compromisso da seleção italiana será no dia 12 de junho, fora de casa, contra a Croácia, em partida válida pela sexta rodada do grupo H das Eliminatórias da Eurocopa de 2016. Já a seleção inglesa, no dia 6 de junho, também longe de sua torcida, duela com a Irlanda.

Os anfitriões atuaram com Buffon; Ranocchia, Bonucci e Chiellini (Moretti); Florenzi (Abate), Valdifiori (Verrati), Soriano, Damian (Antonelli) e Parolo; Éder (Vázquez) e Pellè (Immobile). Já os visitantes foram representados por Hart; Clyne (Walker), Smalling (Carrick), Jagielka e Gibbs (Bertrand); Jones, Henderson (Mason) e Delph (Townsend); Walcott (Barkley), Rooney e Kane.

O jogo - Mesmo com uma postura mais defensiva, foi a Itália quem conseguiu ameaçar primeiro. Antes de relógio passar dos dez minutos iniciais, Parolo recebeu livre na intermediária e arriscou uma bomba, obrigando Hart a fazer a primeira defesa da partida. Assim, minutos mais tarde, explorando os contra-ataques, Darmian invadiu a área pela esquerda e cruzou rasteiro para Pellè, mas Jagielka chegou afastando e quase marcou contra.

Assim, a primeira e única chegada da Inglaterra na primeira etapa foi aos 20 minutos. Após confusão na área, a bola sobrou para Rooney, que, da entrada da área, emendou um belo chute, que acabou explodindo no travessão de Buffon. Contudo, a Azurra voltou a acertar sua marcação e não sofreu mais lances de perigos.

Por outro lado, aos 28 minutos, Chiellini atacou de ponta esquerda, fez bela jogada pelo setor e cruzou para Pellè, que raspou com a cabeça na bola para deslocar Hart e inaugurar o marcador do Juventus Stadium. Após o primeiro gol, a partida caiu de qualidade, com a Itália se defendendo com todos os jogadores e a Inglaterra sem inspiração para criar grandes jogadas.

Após o intervalo, a Itália voltou perigosa e assustou o adversário. Darmian fez bela jogada pela esquerda e tocou para Éder, que finalizou, mas Hart conseguiu espalmar. Na sobra, Pellè desperdiçou a chance de marcar o segundo e mandou para fora. A Inglaterra respondeu aos nove minutos. Rooney tocou boa bola para Delph, que rolou para Gibbs bater de esquerda a assustar o goleiro italiano.

Deste modo, os dois treinadores começaram a promover diversas mudanças em suas equipes, o que foi tirando o entrosamento do time. Assim, os visitantes começaram a crescer dentro de campo e quase empataram com Rooney, aos 26, que ficou de cara com Buffon e chutou forte, mas o arqueiro fez a defesa. Logo em seguida, Kane conseguiu descolar bom cruzamento pela direita, mas Rooney foi travado na hora do chute.

Assim, de tanto insistir, a Inglaterra conseguiu marcar o gol de empate. Aos 33 minutos, Townsend recebeu pela direita, avançou e soltou a bomba para estufar as redes de Buffon. A virada quase veio dois minutos mais tarde. Rooney invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, para a grande defesa do arqueiro italiano.

Já no final do duelo, cada seleção teve uma chance para vencer o confronto. Antonelli, após bom contra-ataque, chutou cruzado e a bola passou rente a trave de Hart. No lance seguinte, Townsend arrancou pela esquerda e cruzou rasteiro. Abate tentou fez o corte e quase marcou contra. No último contra-ataque da partida, Kane arriscou de fora da área e Buffon teve que fazer grande defesa. Deste modo, o duelo acabou empatado em 1 a 1.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade