0

Jogadores ficam parados como protesto por salários atrasados

18 mai 2013
16h16

O Naval, clube da Segunda Divisão de Portugal, viu seus jogadores fazerem um protesto dentro de campo, em partida contra o Porto B. Sem salários, eles ficaram parados durante um minuto no início do jogo. De acordo com eles, foi uma "solução de último recurso".

Do outro lado, como forma de solidariedade, o Dragão B, não atacou e não chegou sequer a chutar ao gol. Uma forma de manter a verdade desportiva no protesto do Naval.

O clube corre o risco de fechar as portas no fim desta temporada. Os jogadores já tiveram algumas outras atitudes, como um pré-aviso de greve. Eles foram convencidos a retirar com a promessa de que iria existir entrada de capital asiático. O que nunca aconteceu.

Eles também já acionaram o fundo de solidariedade do sindicato de jogadores. Mas o valor não deu para cobrir sequer a totalidade dos salários de dezembro.

O Naval chegou até a perder 12 pontos. A Fifa puniu o clube pela falta de pagamento a dois clubes brasileiros.

A partida, disputada em Figueira da Foz, terminou empatada em 0 a 0.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade