0

Julio César revela momento antes do pênalti: 'Você pensa um monte de coisas'

26 jun 2013
18h49

Em 2010, o Brasil foi eliminado pela Holanda, nas quartas de final da Copa do Mundo, e o goleiro Julio César deixou o campo como um dos vilões. Três anos depois, foi decisivo na vitória do escrete canarinho por 2 a 1 diante do Uruguai, nesta quarta-feira, no Mineirão, pela semifinal da Copa das Confederações.

Enquanto o jogo ainda estava 0 a 0, o goleiro defendeu uma cobrança do meia uruguaio Diego Forlán, melhor jogador do último Mundial. Extasiado com a vitória e a boa atuação - que lhe rendeu o prêmio Fifa de principal atleta da partida -, Júlio César ressaltou os estudos prévios para fazer a defesa.

- Eu joguei com o Forlán na Inter de Milão (ITA). Na hora do pênalti, você pensa uma série de coisas. Não gosto de ficar falando, porque é uma particularidade minha, mas fez uma boa diferença. Foi uma excelente defesa - declarou o camisa 12 da Seleção, após o final da partida.

Júlio César ainda comentou sobre as dificuldades de encarar a seleção uruguaio e ressaltou o apoio dos 57.483 presentes ao estádio do Mineirão.

- Brasil e Uruguai sempre foi emocionante para mim. Hoje (quarta-feira), em um momento importante, o público ajudou muito - completou.

Agora, a Seleção visa ao último confronto no torneio de seleções, que ocorrerá neste domingo, às 19h, no Maracanã. Nesta quinta-feira, Espanha e Itália decidem o outro finalista da Copa das Confederações.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade
publicidade