2 eventos ao vivo

Juventus bate Real e ganha vantagem do empate para chegar à final

5 mai 2015
18h00
atualizado às 18h14
  • separator
  • 0
  • comentários

Abrindo as semifinais da Liga dos Campeões, a Juventus recebeu o Real Madrid no Juventus Stadium, em Turim, e conseguiu sair na frente na primeira parte do confronto. Com gols de Morata, aos sete minutos do primeiro tempo, e de Tévez, aos 11 da segunda etapa, a Vecchia Signora triunfou por 2 a 1. Cristiano Ronaldo, aos 26 do primeiro tempo, descontou para os Merengues.

Com este resultado, o time italiano leva a vantagem do empate para a partida de volta, no Santiago Bernabéu, em Madri, na próxima quarta-feira, às 15h45. Por outro lado, o Real Madrid precisará de uma vitória simples por 1 a 0que chegará, mais uma vez, a final da competição de clubes mais importante da Europa.

Entretanto, antes de voltarem a se enfrentar, as equipes jogam por suas competições nacionais. Já tendo conquistado o título do Campeonato Italiano, a Juventus recebe o Cagliari neste sábado, às 13 horas (de Brasília), pela 35ª rodada. Já o Real Madrid, ainda sonhando com o título do Campeonato Espanhol, encara, em casa, um duelo complicado com o Valencia no mesmo dia, mas às 15 horas (de Brasília), pela 36ª rodada.

Os donos da casa atuaram com Buffon; Lichtsteiner, Bonucci, Chiellini e Evra; Marchisio, Pirlo, Vidal e Sturaro (Barzagli); Morata (Llorente) e Tévez (Pereyra). Já os visitantes foram representados por Casillas; Carvajal, Pepe, Varane e Marcelo; Ramos, Kroos e James Rodríguez; Bale (Jesé), Isco (Chicarito Hernández) e Cristiano Ronaldo.

O jogo - Após muito falarem em surpreender nas entrevistas antes da partida, os técnicos Massimiliano Allegri e Carlo Ancelotti mudaram seus esquemas táticos e colocaram equipes mais rápidas e ofensivas dentro de campo. A Juventus se apresentou com uma linha de quatro jogadores no meio-campo, o que deu certo logo no início da partida. Após boa troca de passes, Marchisio encontrou Tévez, sozinho, no meio da área. O argentino finalizou rasteiro e Casillas conseguiu fazer a defesa, mas, no rebote, Morata tocou para o fundo do gol, abrindo o placar no Juventus Stadium.

Na frente do marcado, ao invés de continuar marcando pressão e criando boas jogadas no ataque, a Vecchia Signora passou a se retrair, trazendo todos os jogadores para o campo de defesa. Assim, os Merengues passaram a crescer na partida. Aos 22 minutos, Isco descolou bom lançamento para Cristiano Ronaldo disparar e invadir a área, mas o português, na hora de finalizar, não pegou bem de perna esquerda e a bola acabou indo para a linha de fundo.

Entretanto, três minutos mais tarde, James Rodríguez fez bela tabela com Carvajal e cruzou na medida para Cristiano Ronaldo, sozinho na pequena área, apenas tocar de cabeça, igualando o marcador do duelo. Deste modo, a Juventus voltou a atuar no campo de ataque e a partida voltou a ficar equilibrada. Marchisio, em um chute de longa distância, assustou Casillas, enquanto James Rodríguez, de cabeça, jogou uma bola no travessão de Buffon antes do término da primeira etapa.

Após o intervalo, a partida começou a ficar mais faltosa, o que acabou gerando reclamações de ambos os lados. Deste modo, aos dez minutos da segunda etapa, Tévez puxou belo contra-ataque desde o meio-campo, invadiu a área e foi derrubado por Carvajal. O árbitro marcou e pênalti e, na cobrança, o próprio atacante argentino marcou e recolocou a Juventus na liderança do placar.

Assim, Ancelotti logo promoveu a entrada de Chicarito Hernández, deixando o time com mais presença de área, enquanto Allegri colocou Barzagli para aumentar seu poder defensivo. A partir deste momento, o Real passou a dominar a posse de bola no campo de ataque, mas poucas chances conseguiu criar, já que o sistema defensivo da Juventus estava afastando todas as jogadas. Deste modo, a partida começou a ficar mais brigada do que disputada, terminando mesmo com a vitória da equipe italiana por 2 a 1.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade