0

Boca Juniors tem baixa de zagueiro Insaurralde para 2º jogo da semi

19 jun 2012
17h38
atualizado às 18h39

O Boca Juniors sofreu, no domingo, uma baixa importantíssima para encarar a Universidad de Chile pelas semifinais da Copa Libertadores de América. O zagueiro Insaurralde sofreu entorse no tornozelo após cobrança de escanteio e foi substituído, ainda no primeiro tempo da derrota por 3 a 0 diante do Arsenal-ARG, pela 18ª rodada do Torneio Clausura.

Argentinos não terão Insaurralde (na foto) para encarar a Universidad de Chile
Argentinos não terão Insaurralde (na foto) para encarar a Universidad de Chile
Foto: AP

» Veja opções de jogadores para o seu time repatriar no Brasileiro

Depois de diversos exames e testes físicos realizados, além de tratamento intensivo, a lesão do zagueiro não evoluiu como era esperado. De dúvida a desfalque certo, Insaurralde nem viajará para o Chile.

O técnico da equipe argentina Julio César Falcioni deve escalar Caruzzo, substituto natural no setor defensivo, para formar dupla de zaga com o experiente Schiavi.

Já Clemente Rodríguez é a boa notícia da semana, em La Bombonera. Lesionado depois de partida com a seleção argentina, o lateral-esquerdo é a novidade para o jogo de volta da semifinal sul-americana.

Falcioni também pode comemorar a ausência de Albert Acevedo, lateral-direito da equipe chilena, que também se machucou no final de semana. Com lesão de tendão na perna esquerda, o atleta também está fora da partida.

Boca Juniors e Universidad de Chile decidem o adversário de Santos ou Corinthians na final da Copa Libertadores de América nesta quinta-feira, às 21h15 (de Brasília), no Estádio Nacional do Chile, em Santiago. Na partida de ida, o time argentino venceu em casa por 2 a 0 e pode até perder por um gol de diferença. Se marcar, a equipe argentina obriga os chilenos a fazerem quatro gols para avançar na competição.

Clausura ameaçado

Não foi só a lesão de Juan Manuel Insaurralde que estragou o fim de semana da equipe portenha. No domingo, a derrota dentro de casa para o Arsenal-ARG significou o desperdício da chance de ser campeão do Clausura com uma rodada de antecipação.

A tragédia foi tanta que, agora, a equipe de Sarandí lidera a competição, com 35 pontos, dois à frente. O Boca Juniors é terceiro, atrás do Tigre, também com 35, e depende de um tropeço dos rivais para poder comemorar o título argentino.

Vale lembrar que o confronto mais complicado é justamente o do Boca Juniors, contra o All Boys, sexto na tabela. Arsenal e Tigre decidem contra Belgrano e Independiente, respectivamente , 12º e 16º.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade