0

Com imagens, corintiano reclama de aeroporto e cobra Conmebol

26 fev 2013
17h55
atualizado às 19h56
  • separator
  • comentários

O Corinthians ainda se mostra insatisfeito com a punição imposta pela Conmebol após a morte de um torcedor do San José, da Bolívia, atingido por um sinalizador disparado por um corintiano no empate por 1 a 1 entre as equipes, pela Copa Libertadores da América. Nesta terça-feira, em entrevista no centro de treinamentos do clube, o diretor de futebol Roberto de Andrade listou uma série de reclamações, que envolveram o regulamento do torneio e até mesmo o aeroporto de Oruro, cidade que sediou o jogo em questão.

<p>Roberto de Andrade criticou condições oferecidas ao Corinthians para jogo pela Libertadores</p>
Roberto de Andrade criticou condições oferecidas ao Corinthians para jogo pela Libertadores
Foto: Djalma Vassão / Gazeta Press

Com uma série de imagens registradas durante a passagem do Corinthians pela Bolívia, Andrade reclamou das condições oferecidas para a disputa da competição – em especial, referentes ao aeroporto da cidade de Oruro, pelo qual a equipe chegou horas antes de a bola rolar. O dirigente assumiu o pronunciamento para, segundo ele, "fazer um breve relato sobre o acontecimento que resultou na pena ao Corinthians".

"Quero mostrar algumas imagens para quem não esteve em Oruro compreender a situação. No dia 22 de janeiro, quando foi anunciada a tabela, como nós sempre fazemos, enviamos nosso representante do Corinthians para ver as condições de logísticas. Feito isso, ele viu, voltou e trouxe algumas imagens. A partir daí, mandamos imagens para a Conmenbol, dizendo que Oruro não tinha um aeroporto adequado para nos receber", disse o dirigente.

Segundo ele, a entidade afirmou que as condições aeroportuárias de Oruro seriam adequadas em fevereiro. Na preparação para a partida, a delegação do Corinthians fez parte dos treinamentos em Cochabamba, a 2600 m de altitude, antes de partir para Oruro, a 3700 m. De acordo com Roberto de Andrade, a vistoria encontrou vários problemas no local.

"Esgoto a céu aberto, cachorro atravessando a pista, sem condições nenhuma. Quando fizéssemos o ofício reclamando do aeroporto, nós queríamos que o jogo fosse em outro lugar. Tudo o que começa errado tem grandes chances de acabar errado. Sabemos que o regulamento tem validade até a página 2. Se levássemos ao pé da letra, não teríamos jogado lá por causa do aeroporto", completou.

Pena de jovem que matou boliviano pode chegar a 3 anos

As críticas do dirigente ao regulamento da Libertadores foram além. Para Roberto de Andrade, o veto deveria ser mais amplo no que se refere à punição pelo sinalizador atirado pelo corintiano em Oruro.

O uso do artefato é recorrente em outras partidas do torneio, inclusive em jogos posteriores ao San José x Corinthians. E, mesmo assim, nenhuma equipe foi punida.

"O Corinthians foi punido, não negamos isso. Chegamos à conclusão que a punição foi em cima do capítulo 11, por causa do sinalizador, e não da morte. Todos os jogos que antecederam o nosso, e depois do nosso, os estádio repletos de sinalizadores", afirmou.

"Queremos exigir que a Conmenbol aplique o regulamento. O estádio do San Jose tem que ser fechado. O estádio do Millonarios também tem que ser fechado pela agressão ao bandeirinha", completou.

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/guia-libertadores-2013/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/guia-libertadores-2013/iframe.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade