PUBLICIDADE

Cruzeiro é massacrado na Argentina, mas segue em 1º

9 abr 2009 00h21
| atualizado às 01h52
Publicidade

O Estudiantes não tomou qualquer conhecimento do time do Cruzeiro e aplicou uma goleada de 4 a 0, em La Plata, nesta quarta-feira. O time argentino encostou na equipe celeste, que mesmo com a derrota segue na liderança do Grupo 5 da Copa Libertadores. Os mineiros perdem ainda a invencibilidade de 19 jogos na temporada 2009.

A equipe de Adilson Batista foi prejudicada por um problema extra-campo. Devido a uma manifestação na cidade argentina, o clube celeste chegou atrasado ao Estádio Ciudad de La Plata e a partida foi adiada das 21h50 para as 22h30.

Ao chegar no local da partida, os jogadores do Cruzeiro nem tiveram tempo para se aquecer e vestiram o uniforme dentro do gramado.

Com o resultado, o Cruzeiro estaciona nos 10 pontos e perde a chance de garantir classificação antecipada para as oitavas-de-final. Já o Estudiantes subiu para nove pontos e abriu boa vantagem para o Deportivo Quito, terceiro colocado, com cinco pontos e um jogo a menos.

O Estudiantes abriu o placar logo aos 6min do primeiro tempo. Fernández apareceu bem na direita e cruzou na área, Verón apareceu livre e completou para pôr os argentinos em vantagem.

A equipe da casa ampliou o marcador aos 32min. Marquinhos Paraná errou na saída de bola, o time argentino recuperou, Boselli tocou para Gastón Fernández que tocou na saída de Fábio.

O Cruzeiro esboçou uma reação na segunda etapa, mas acabou tomando o terceiro aos 28min. Verón cobrou falta para Sánchez Prette. Ele apareceu livre atrás da zaga, dominou e tocou, sem chances para Fábio.

O Estudiante sacramentou a vitória e a goleada aos 32min. Sánchez Prette tabelou com Verón pela esquerda e bateu cruzado para fazer o quarto gol da equipe argentina.

FICHA TÉCNICA

Estudiantes 4 x 0 Cruzeiro

Gols
Estudiantes: Verón, aos 6min, e Gastón Fernández, aos 32min do 1º tempo; Sánchez Prette, aos 28min e aos 32min do 2º tempo

Lance bizarro
Preso no trânsito por conta de uma manifestação, time do Cruzeiro chega atrasado no estádio e tem de trocar de uniforme dentro do gramado

Lance polêmico
Aos 24min do 2º tempo, o atacante Wellington Paulista cai na área ao receber cruzamento da direita e reclama que foi empurrado pelo zagueiro. O juiz manda o jogo seguir e levo cruzeirense à loucura

Ponto Forte do Estudiantes
Boa troca de passes e rapidez nas jogadas ofensivas que envolveram a zaga do Cruzeiro e levaram à goleada

Ponto Fraco do Estudiantes
Falta de atenção nas bolas aéreas, que em duas oportunidades quase permitiram gols do Cruzeiro

Ponto Forte do Cruzeiro
Não teve

Ponto Fraco do Cruzeiro
Desatenção dos defensores nos quatro gols da equipe do Estudiantes, que permitiram que os atacantes adversários aparecessem cara a cara com o goleiro Fábio

Personagem do jogo
Experiente Verón, que marcou um gol e deu assistências para Sánchez Prette marcar outros dois tentos

Esquema Tático do Estudiantes
4-4-2
Andújar; Angeleri, Cellay, Desábato e Iberbia; Pérez, Braña, Verón (Sánchez Matías) e Benítez; Fernández (Calderón) e Boselli (Sánchez Prette)
Técnico: Alejandro Sabella

Esquema Tático do Cruzeiro
3-6-1
Fábio; Jancarlos (Elicarlos), Leonardo Silva e Thiago Heleno; Gerson Magrão, Fabrício, Marquinhos Paraná, Henrique, Ramires e Jonathan (Bernardo); Wellington Paulista (Soares)
Técnico: Adilson Batista

Cartões Amarelos
Estudiantes: Verón e Desábato
Cruzeiro: Jonathan, Ramires e Bernardo

Árbitro
Roberto Silvera (Uruguai)



Verón foi o grande nome da vitória do Estudiantes sobre o Cruzeiro, em La Plata
Verón foi o grande nome da vitória do Estudiantes sobre o Cruzeiro, em La Plata
Foto: AP
Fonte: Terra
Publicidade