0

Cruzeiro vence equatorianos e garante 1º lugar

22 abr 2009
21h33
atualizado em 23/4/2009 às 08h11
  • separator

O Cruzeiro não encontrou trabalho para passar pelo Deportivo Quito, por 2 a 0, no Estádio do Mineirão, se classificar para as oitavas-de-final e garantir o primeiro lugar do Grupo 5 da Copa Libertadores. A equipe mineira dominou toda a partida e, além dos dois gols marcados, acertou cinco bolas na trave, mostrando grande poder ofensivo.

O bom resultado do time celeste em casa o dará vantagem de decidir em casa na próxima fase. O Cruzeiro terminou a etapa de grupos com 13 pontos ganhos, na primeira colocação. O Deportivo Quito acabou eliminado, com apenas oito pontos. O segundo classificado do grupo foi o Estudiantes, que terminou com 11 pontos.

Pressionando desde o início, o Cruzeiro abriu o placar logo aos 14min do primeiro tempo. Wagner bateu escanteio na segunda trave e Leonardo Silva tocou de cabeça. Leo Fortunato desviou também de cabeça e pôs o time celeste em vantagem.

A equipe mineira seguiu em cima dos equatorianos e não demorou muito para marcar o segundo tento. Aos 26min, a defesa do Deportivo Quito afastou errado cruzamento e Wagner acertou bom chute de fora da área. A bola pegou no travessão, nas costas do goleiro e entrou.

No segundo tempo, a partida que já estava quente por conta de discussões entre Kléber e Edwin Tenório, descambou de vez para a violência. Aos 2min, Fabrício e Donoso caíram no gramado e o pé do brasileiro bateu no rosto do adversário. Jogadores se desentederam e o árbitro expulsou os dois.

O time do Deportivo Quito ficou em situação ainda mais complicada aos 12min. Tenorio cobrou falta na área e Minda desviou com o mão para o gol. Como já tinha cartão amarelo, o jogador acabou expulso da partida. O Cruzeiro só manteve o resultado e ainda teve boas chances de ampliar, colocando mais três bolas na trave.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 2 x 0 Deportivo Quito

Gols
Cruzeiro: Leo Fortunato, aos 14min, e Wagner, aos 26min do 1º tempo

Polêmicas
- Aos 18min do primeiro tempo, Wagner recebe lançamento na área, em posição legal, e chuta para o gol. O juiz marca impedimento e anula o lance
- Aos 22min, Edwin Tenório acerta um soco em Kléber sem bola e não recebe nem cartão amarelo

Lances bizarros
Aos 44s do 2º tempo, Wellington Paulista recebe cruzamento da esquerda e fura na cara do gol

Ponto Forte do Cruzeiro
Boa atuação de Ramires e Wagner, que dominaram o meio-campo e chegaram diversas vezes no ataque

Ponto Fraco do Cruzeiro
Falha nas bolas aéreas cruzadas na área do time celeste

Ponto Forte do Deportivo Quito
Jogadas aéreas nas poucas oportunidades que teve no ataque

Ponto Fraco do Deportivo Quito
Espaços deixados para Ramires e Wagner fazerem diversas jogadas

Personagem do jogo
Wagner, que marcou seu primeiro gol na temporada e teve grande atuação

Destaque negativo do jogo
Violência e expulsões dos dois lados

Esquema Tático do Cruzeiro
4-4-2
Fábio; Jonathan, Léo Fortunato, Leonardo Silva e Gerson Magrão; Fabrício, Marquinhos Paraná, Ramires (Henrique) e Wagner (Thiago Ribeiro); Kléber e Wellington Paulista (Bernardo)
Técnico: Adilsob Batista

Esquema Tático do Deportivo Quito
4-4-2
García; Corozo, Isaac Mina, Caicedo e Checa; Luis Tenorio, Minda, Edwin Tenorio e Donoso; Asencio (Baldeón) e Preciado (Escobar)
Técnico: Rubén Darío Insúa

Cartões amarelos
Deportivo Quito: Isaac Mina, Oswaldo Minda, Asencio e Corozo
Cruzeiro: Leonardo Silva, Marquinhos Paraná, Kléber

Cartões vermelhos
Deportivo Quito: Donoso e Oswaldo Minda
Cruzeiro: Fabrício

Árbitro
Carlos Amarilla (PAR)



Cruzeiro vence e termina fase em 1º lugar
Fonte: Terra
publicidade