PUBLICIDADE

Libertadores

Elicarlos se diz preparado para insultos racistas na Argentina

6 jul 2009 - 10h34
(atualizado às 10h38)
Compartilhar

Depois de ter acusado de racismo o atacante argentino Maxi López no confronto contra o Grêmio, pela semifinal da Copa Libertadores, o volante Elicarlos garante estar preparado para ouvir possíveis insultos racistas no jogo de ida da grande final, contra o Estudiantes, na quarta-feira. Ele não teme o que pode vir das arquibancadas no confronto na Argentina.

"Tenho que ir tranquilo para lá, com a cabeça no lugar e com o pensamento na equipe. Isso não pode acontecer mas, se ocorrer, estou preparado", afirmou o volante, após a derrota por 1 a 0 do Cruzeiro para o Goiás, neste domingo. Para não deixar se abater, Elicarlos busca apoio na família.

"O importante é eu estar feliz, minha família também estar feliz e esquecer dos problemas", complementou o jogador, que se desentendeu com Maxi ainda em campo. O jogador não é o único a esperar atitudes racistas na Argentina. Ramires também disse ter sido vítima de insultos em 2008, em jogo contra o San Lorenzo, e previu mais problemas com isso.

Elicarlos se desentendeu com o atacante gremista Maxi López
Elicarlos se desentendeu com o atacante gremista Maxi López
Foto: Reuters
Fonte: Gazeta Press
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra