0

Newell's elimina Boca em "maratona de pênaltis" e vai à semifinal

29 mai 2013
21h58
atualizado em 30/5/2013 às 01h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após empate por a 0 a 0 nos dois confrontos das quartas de final da Copa Libertadores da América, Newell’s Old Boys e Boca Juniors decidiram a vaga nas cobranças de pênaltis. Foram 26 penalidades, em uma série tensa e de grande precisão por parte dos cobradores. No final, o time da casa levou a melhor e ficou com a vaga, vencendo por 10 a 9, em cobrança de Maxi Rodríguez.

Cáceres, Urruti e Orzán desperdiçaram as cobranças pelo Newell's. Em duas oportunidades o clube esteve a um gol de confirmar a classificação, mas viu os batedores falharem. Já o Boca errou com Riquelme, na primeira tentativa da série, Caruzzo, Zarate e Martínez, na 25ª penalidade.

Com o resultado, o Newell's Old Boys vai enfrentar na semifinal o vencedor de Atlético-MG e Tijuana, que empataram por 2 a 2 na partida de ida, no México, e se enfrentam de novo nesta quinta, em Belo Horizonte, às 22h. Do outro lado da chave, o Olimpia, que eliminou o Fluminense nesta quarta, terá pela frente o Independiente Santa Fe, algoz do Real Garcilaso.

Newell’s Old Boys e Boca Juniors fizeram partida equilibrada até o início do segundo tempo, com escassas chances de gol e pouca emoção. No segundo tempo, o confronto melhorou. Riquelme fintou a marcação do time anfitrião aos 13min e cruzou na área, onde Blandi cabeceou, mandando a bola no travessão. Na sequência, a partida, de uma só vez, esquentou ainda mais.

Na jogada seguinte, Clemente Rodríguez fez falta dura em Maxi Rodríguez e recebeu o amarelo, mas se irritou e partiu para cima do árbitro Germán Delfino e o peitou. A ousadia rendeu o cartão vermelho ao jogador do Boca. E a partir daí, as dificuldades do visitante aumentaram ainda mais, embora o Newells só tenha assustado de novo aos 28min, em chute de Mateo.

Com a força da torcida, o time rodou a bola no ataque e tentou vencer a retranca do Boca, mas não teve sucesso. O duelo foi levado para a decisão por pênaltis. Todos os jogadores cobraram - o Newell's teve que relacionar um a menos, já que o Boca teve um expulso no tempo normal. Os dois goleiros converteram as tentativas. Riquelme errou logo a primeira cobrança, mas quando foi exigido novamente, acertou.

Em duas oportunidades o Newell's teve a vitória "nos pés", mas falhou na cobrança. Pela equipe, erraram Cáceres (na trave), Urruti (Orión defendeu) e Orzán (para fora). Pelo Boca, além de Riquelme (defesa do goleiro) falharam Caruzzo (para fora), Zárate (por cima) e Martínez (Gusmán defendeu), este já na 25ª tentativa. Por fim, Maxi Rodríguez marcou para classificar o time anfitrião.

Veja também:

Final do Paulistão e início do Brasileiro são os destaques do fim de semana
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade