PUBLICIDADE

R. Moura nega posto de herói e credita triunfo ao elenco do Flu

18 abr 2012 21h57
| atualizado às 22h36
Publicidade

O atacante Rafael Moura foi o responsável pelo gol da vitória do Fluminense aos 47min do segundo tempo, garantindo o placar de 2 a 1 sobre o Arsenal-ARG, e a primeira colocação geral na Copa Libertadores. No entanto, o camisa 10 prefere não se gabar do seu heroico feito nesta quarta-feira e creditou o grande resultado obtido na Argentina a todo o grupo de jogadores do time tricolor.

» Ronaldinho? Júlio César? Escolha quem você levaria para a Olimpíada
» De curiosidades a destaques, saiba tudo da Libertadores 2012

"Eu sou apenas um ser humano normal, que também erra como todos os outros. Eu tenho é que exaltar o grupo do Fluminense. Esse elenco é maravilhoso e te dá todas as condições para trabalhar e desenvolver o seu futebol", declarou o centroavante tricolor, logo após o término da partida em Buenos Aires.

Anteriormente, o atacante amargava um incômodo jejum de gols nas competições deste ano e passou a ser criticado pelos torcedores após a derrota por 2 a 0 para o Boca Juniors, no Engenhão. Na ocasião, o atleta teve a chance de cobrar um pênalti para diminuir a vantagem argentina e mandou a bola nas mãos do goleiro adversário.

Recuperado do trauma, Rafael Moura anotou dois gols no último confronto do Fluminense na Taça Rio na goleada diante do Olaria por 5 a 1. Com o moral recuperado, o centroavante foi prontamente escolhido por Abel Braga para substituir Fred na Libertadores e agora contará com sua estrela para ganhar novas oportunidades no comando de ataque do time tricolor das Laranjeiras.

A eficiência do atleta, inclusive, poderá ser determinante para as oitavas de final da competição continental. Classificado para a próxima fase na liderança do Grupo 4, com 15 pontos, o clube também conseguiu o posto de melhor primeiro colocado desta etapa do campeonato. Tal condição leva o time a ter a vantagem de definiri todos os seus confrontos dentro de casa, o que poderá ser um importante auxílio na sequência do torneio mais importante das Américas.

Rafael Moura foi o autor do gol decisivo contra o Arsenal-ARG fora de casa
Rafael Moura foi o autor do gol decisivo contra o Arsenal-ARG fora de casa
Foto: Ricardo Ayres/Photocamera / Divulgação
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade