Fale conosco

 Notícias por e-mail
Brasil
Quinta, 14 de julho de 2005, 23h37  Atualizada às 10h29
São Paulo goleia Atlético-PR e conquista o tri
 
Rafael Prada
 
Reinaldo Marques/Terra
Jogadores comemoram a conquista do tricampeonato
Jogadores comemoram a conquista do tricampeonato
Saiba mais
» Baixe o pôster do São Paulo campeão
» Todos os resultados
» Os artilheiros
» São Paulo 4 x 0 Atlético-PR
» Comemoração na Paulista termina em violência
» Rogério se emociona com título do time do coração
» Melhor em campo, Amoroso comemora retorno
Galeria de fotos
» Avenida Paulista sofre com vandalismo
» As fotos da partida
» Torcedores fazem a festa no Morumbi
» Jogadores comemoram o tricampeonato
Multimídia
Áudio e vídeo
» Veja como foi a festa são-paulina pelo tricampeonato
» Autuori divide título com antecessores
» Luizão despede-se do São Paulo em grande estilo
» Presidente do São Paulo vai tentar segurar estrelas
» Grafite quer disputar o Mundial Interclubes
» Torcedores reclamam da falta de ingresso
» Veja a tristeza dos atleticanos na Arena da Baixada
» Atleticanos não esperavam derrota tão elástica
» Meta do Atlético-PR é recuperação no Brasileiro
» Torcedores do São Paulo deixam rastro de violência na Avenida Paulista
Fórum
» Envie uma mensagem para os campeões da Libertadores
Sites relacionados
No terra
» Mande um cartão para os seus amigos
» Veja animação dos gols de São Paulo 4 x 0 Atlético-PR
Enquete
Quem foi o melhor em campo na final?
Amoroso
Cicinho
Lugano
Josué

 Últimas de Brasil
» Brasil perde vaga direta na Copa Libertadores
» Finazzi pode estrear no clássico contra o Paraná
» Luizão "ganha" gol na Libertadores após cinco anos
» Lula critica são-paulinos por cenas de vandalismo
O São Paulo conquistou nesta quinta-feira o tricampeonato da Copa Libertadores, tornando-se o primeiro time brasileiro a conseguir essa façanha. Empurrada por mais de 70 mil torcedores, a equipe tricolor derrotou o Atlético-PR, por 4 a 0, no Morumbi, e conquistou o título na soma de resultados após ter empatado, por 1 a 1, no Beira-Rio.

Vídeo: veja como foi a festa do São Paulo
Confira mais vídeos da final
Baixe o pôster do campeão
Mande uma mensagem para os campeões
Veja animação dos gols
Confira fotos da partida
As fotos da torcida
As fotos da comemoração

Os gols do título do São Paulo foram marcados por Amoroso, Fabão, Luizão e Diego Tardelli. Com o resultado, a equipe tricolor quebrou o jejum de 12 anos sem conquistar o título sul-americano.

Já o Atlético-PR, que chegou pela primeira vez à decisão, perdeu a chance de empatar na primeira etapa quando o meia Fabrício chutou na trave a cobrança de pênalti.

Essa foi a 12ª conquista de um time brasileiro na Libertadores, mas os argentinos seguem na frente, com 20. Bicampeão do antigo Mundial Interclubes (1992 e 93), o São Paulo está classificado para a segunda edição do Mundial da Fifa, no Japão, de 11 a 18 de dezembro.

Além da equipe tricolor estão também classificados Liverpool (Europa), Deportivo Saprissa (Concacaf) e Sidney (Oceânia), restando apenas representantes de África e Ásia.

O jogo começou nervoso e com muitas bolas disputadas pelo meio. A primeira chance aconteceu, aos 9min, com Lugano, que aproveitou cruzamento e cabeceou para fora.

Logo após, o Atlético-PR assustou pela primeira vez a meta são-paulina. Fabrício bateu forte falta pela direita e a bola passou rente à trave de Rogério Ceni.

O São Paulo abriu o placar aos 16min. Em uma bela tabela pela direita, Danilo recebeu passe de calcanhar de Luizão e chutou forte, forçando o goleiro Diego a soltar a bola. No rebote, Danilo dividiu com André Rocha antes de a bola sobrar para Amoroso, sozinho, tocar para as redes.

Após o gol, o jogo continuou muito disputado pelo meio e com muitas faltas. Aos 27min, o lateral Cicinho aproveitou sobra de fora da área e chutou próximo ao gol de Diego.

Uma pequena confusão aconteceu aos 33min. O volante Cocito, do Atlético-PR, entrou forte em Josué, irritando o técnico do São Paulo, Paulo Autuori.

O São Paulo teve chance de ampliar aos 41min. O meia Danilo recebeu de Amoroso pela direita e chutou rente ao gol de Diego.

Aos 45min, o atacante Aloísio girou em cima de Alex e foi derrubado, sendo anotado o pênalti em favor do Atlético-PR. Na cobrança, o meia Fabrício desperdiçou a chance do empate ao acertar a trave direita de Rogério Ceni.

Na segunda etapa, as duas equipes voltaram com a mesma formação. A partida começou também muito disputada e com jogadas fortes.

Aos 7min, o atacante Luizão pressionou a defesa atleticana e conseguiu o escanteio. Na cobrança, o zagueiro Fabão subiu mais que a defesa atleticana e ampliou para o São Paulo.

Desesperado, o Atlético-PR passou a explorar as jogadas aéreas e chutes de longa distância com o meia Fabrício, mas sem assustar o goleiro Rogério Ceni.

O técnico Antônio Lopes decidiu alterar a equipe aos 15min da etapa final, substituindo Lima e Marcão por Fernandinho e Rodrigo. No entanto, os dois não conseguiram mudar a partida.

O São Paulo procurou fechar mais a partida e explorar os contra-ataques. Aos 26min, o atacante Amoroso relembrou a parceria de Guarani ao fazer bela jogada pela direita e passar para Luizão marcar o terceiro do São Paulo.

Após o gol, Autuori decidiu trocar Luizão por Souza. Emocionado com o gol, o jogador saiu aos prantos de campo em sua despedida do clube, após ter acertado com o Nagoya Grampus, do Japão.

Com mais espaço, o São Paulo teve a chance de ampliar aos 29min. Após bela jogada pela esquerda, Amoroso recebeu sozinho e tentou uma jogada de efeito, perdendo a chance de marcar o seu segundo gol. Depois disso, ele foi substituído por Diego Tardelli.

Aos 34min, em uma jogada confusa, o Atlético-PR quase diminuiu o placar, mas Evandro acabou chutando fraco, permitindo a defesa fácil de Rogério Ceni.

Após perder a chance de marcar aos 40min, o atacante Diego Tardelli fechou o placar, aos 44min, após chutar forte e sem chances para Diego.

Ficha Técnica
São Paulo 4 x 0 Atlético-PR
Equipes

Rogério Ceni
Fabão
Lugano
Alex
Cicinho
Mineiro
Josué
Danilo
Júnior
(Fábio Santos)
Amoroso
(Diego Tardelli)
Luizão
(Souza)


Técnico:

Paulo Autuori

Diego
Jancarlos
Danilo
Durval
Marcão
(Rodrigo)
Cocito
André Rocha
(Alan Bahia)
Evandro
Fabrício
Lima
(Fernandinho)
Aloísio

Técnico:
Antônio Lopes

Gols

17min - 1º tempo
Amoroso
8min - 2º tempo
Fabão
26min - 2º tempo
Luizão
44min - 2º tempo
Diego Tardelli

Cartões Amarelos
Fabão
Lugano
Danilo
Cocito
André Rocha
Evandro
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Horacio Elizondo (ARG)
Renda e público: R$ 3.026.395,00 e 71.986 pagantes

 
Redação Terra