Boletim

 Fale conosco
Libertadores 2006
Segunda, 14 de agosto de 2006, 10h23 
Narração de locutor gaúcho embala São Paulo
 
 Últimas de Libertadores 2006
» Jornal: Palmeiras renova com Adidas e alivia atrasos salariais
» Procurador de Finazzi cobra posição da Ponte Preta
» vc repórter: torcida do Inter cumpre promessa após título
» Fernandão divide prêmio com companheiros de Inter
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Jogadores, torcedores e dirigentes do São Paulo. Na semana que antecede a decisão da Libertadores, diante do Internacional, no Beira-Rio, todos são embalados por Pedro Ernesto Denardin, narrador da Rádio Gaúcha.

Baixe os hinos e wallpapers dos finalistas
Opine: o São Paulo tem chance?

A locução exaltada do gaúcho no segundo gol de Rafael Sobis na última quarta-feira, no Morumbi, virou mania na internet e chegou ao ouvido dos atletas do time tricolor. O atacante fez 2 a 0, placar que praticamente acabaria com os sonhos do clube paulista em conquistar o tetracampeonato da América. Mas o gol de Edcarlos e o exagero de Pedro Ernesto animaram a equipe.

Após o tradicional grito de gol, o gaúcho, apaixonado pelo estado, característica evidente das pessoas do Sul do Brasil, afirmou que o campeão do mundo estava humilhado, destroçado e rasgado pelo Inter, garantindo o título do time colorado.

Amigos e torcedores fizeram questão de enviar ao elenco a narração, facilmente encontrada na internet, principalmente no YouTube, site em que é possível disponibilizar arquivos de áudio e vídeo para serem baixados por internautas. Um dos primeiros a escutar foi o goleiro Rogério Ceni.

No CCT da Barra Funda, o discurso é o de sempre: não há motivação maior para um jogador que disputar uma final de Libertadores. Mas em desvantagem, precisando reverter longe de casa, no Beira-Rio, qualquer brecha será utilizada para ajudar os atletas a chegarem ao título.


 

Lancepress!