Boletim

 Fale conosco
Paulista
Sábado, 11 de março de 2006, 13h05 
Marcinho exige mais ação do Palmeiras
 
 Últimas de Paulista
» Procurador de Finazzi cobra posição da Ponte Preta
» Rodrigo pode acertar hoje com o Corinthians
» Marcinho exige mais ação do Palmeiras
» Justiça mantém decisão favorável a Jonas, ex-Guarani
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O meia-atacante Marcinho não poupou críticas ao time do Palmeiras na sexta-feira e isentou o técnico Emerson Leão de culpa pelos dois últimos tropeços.

"Temos que falar menos e jogar mais futebol. Leão está fazendo um grande trabalho, ele não tem culpa. A culpa é dos jogadores", declarou o meia-atacante.

O camisa 11 afirmou que o time não pode ter desaprendido a jogar. O Palmeiras venceu os sete primeiros jogos deste ano e antes das derrotas para Santos (1 a 0) e América (4 a 1) estava novamente a sete jogos invictos no ano.

"Não podemos cometer os deslizes que cometemos nesses últimos jogos. O ritmo diminuiu um pouco, é verdade, mas por causa da seqüencial de jogos. Mas temos que voltar com a força do início de temporada", disse Marcinho.

Artilheiro do Palmeiras no Brasileiro de 2005 com 18 gols (um deles pelo São Caetano), Marcinho não repete este ano o mesmo desempenho, como analisou Leão.

"Marcinho teve uma simbiose muito boa com o Juninho no ano passado. Tanto que este foi considerado um dos melhores de sua posição e o Marcinho fez muitos gols. Mas esse ano o Juninho pouco jogou e o Marcinho não repete o desempenho no torneio doméstico", comentou o técnico.

Em número de gols, o desempenho do atacante nem é tão ruim, já que divide a artilharia da temporada 2006 com Edmundo. São seis gols marcados. Mas Leão já havia reclamado anteriormente de algumas partidas em que Marcinho abusou da individualidade e o multou pela discussão em campo com Enílton, na partida contra o Noroeste. O centroavante também foi punido na ocasião.


 

Lancepress!