0

Löw anuncia que usará rodízio para escalar Alemanha durante a Eurocopa

6 jun 2016
13h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico da Alemanha, Joachim Löw, anunciou nesta segunda-feira que implantará um sistema de rodízio para escalar a equipe durante a Eurocopa de 2016, conforme o estado físico dos jogadores e o adversário.

Com isso, Löw dará sequência a uma tática que começou a colocar em prática desde a Copa do Mundo de 2014, quando entendeu que não é possível jogar o torneio inteiro mantendo os mesmos titulares.

"Antes, na Eurocopa de 2008 e no Mundial de 2010, eu tinha um plano e uma equipe na cabeça. Essa equipe deveria jogar todo o torneio. Isso é algo que deixei para trás. Hoje sei que não é possível jogar todo o torneio com uma só equipe, pois as exigências para cada jogador são grandes demais", disse o técnico em entrevista publicada pela revista "Kicker".

Löw chegará à Eurocopa com dois jogadores importantes - volante e capitão Bastian Schweinsteiger e o zagueiro Mats Hummels - em fase final de recuperação de recentes lesões.

O meia do Manchester United jogou 25 minutos no último amistoso da Alemanha contra a Hungria, mas já afirmou que não acredita que estará pronto para jogar toda a partida contra a Ucrânia, o primeiro desafio de sua seleção na Eurocopa.

Já Hummels, que sofreu uma lesão muscular, provavelmente perderá as duas primeiras partidas da fase de grupos.

Na entrevista à "Kicker", Löw deu a entender que não forçará a presença dos dois entre os titulares para evitar o desgaste e lembrou o papel que Schweinsteiger teve na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, na qual também chegou lesionado, perdeu a estreia, mas depois teve uma participação fundamental na conquista do título.

"Ele talvez não conseguiria jogar os 120 minutos (da final) se antes tivesse atuado em todas as partidas. Mas agora o importante é encontrar o momento adequado para que ele se integre na equipe titular", explicou o técnico alemão.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade