2 eventos ao vivo

Lucas Pratto conquista 3ª edição do Troféu Efe Brasil

7 dez 2015
12h38
  • separator
  • comentários

O atacante argentino Lucas Pratto, do Atlético Mineiro, conquistou a terceira edição do Troféu Efe Brasil, que premia o melhor jogador estrangeiro do Campeonato Brasileiro, sucedendo assim ao boliviano Marcelo Moreno, vencedor do ano passado, quando atuava pelo Cruzeiro.

O goleador terminou a disputa com 78 pontos, recorde absoluto, três a mais que o estabelecido na temporada passada. Pratto é o segundo argentino a levar o prêmio, já que Andrés D'Alessandro, do Internacional, foi o ganhador no primeiro ano de existência da disputa.

O pódio foi todo do país vice-campeão mundial, já que o também atleticano Jesús Dátolo ficou na segunda posição, com 48,5 pontos, e o volante Héctor Canteros, do Flamengo, acabou com o terceiro lugar, tendo obtido 46 pontos.

Segundo o regulamento do Troféu Efe, são concedidos pontos a cada rodada por titularidade, gols, assistências, sofrer ou provocar um pênalti convertido em gol, participar de uma vitória ou do empate de suas equipes fora de casa.

Além disso, são descontados pontos nos casos de gol contra ou expulsões. Já os goleiros recebem dois pontos por pênalti defendido e dois por não sofrerem gols em uma partida.

Classificação final Troféu Efe Brasil 2015:.

.1. Lucas Pratto (ARG/Atlético Mineiro) 78,0.

.2. Jesús Dátolo (ARG/Atlético Mineiro) 48,5.

.3. Héctor Canteros (ARG/Flamengo) 46,0.

.4. Martín Silva (URU/Vasco) 42,0.

.5. Lisandro López (ARG/Internacional) 35,5.

.6. Duvier Riascos (COL/Vasco) 34,5.

.7. Giorgian De Arrascaeta (URU/Cruzeiro) 29,5.

.8. Frickson Erazo (EQU/Grêmio) 29,5.

.9. Paolo Guerrero (PER/Flamengo) 28,0.

10. Ricardo Centurión (ARG/São Paulo) 28,0.

11. Julio dos Santos (PAR/Vasco) 28,0.

12. Christian Vilches (CHI/Atlético Paranaense) 27,5.

13. Jonathan Cristaldo (ARG/Palmeiras) 27,0.

14. Lucas Barrios (PAR/Palmeiras) 24,0.

15. Ariel Cabral (ARG/Cruzeiro) 23,0.

16. Pablo Guiñazú (ARG/Vasco) 21,0.

17. Daniel Hernández (COL/Atlético Paranaense) 20,0.

18. Ángel Romero (PAR/Corinthians) 19,5.

19. Luis Cáceres (PAR/Coritiba) 18,5.

20. Andrés D'Alessandro (ARG/Internacional) 17,0.

21. Nico Freitas (URU/Internacional) 17,0.

22. Néstor Camacho (PAR/Avaí) 15,5.

23. Roberto Cereceda (CHI/Figueirense) 14,0.

24. Germán Herrera (ARG/Vasco) 14,0.

25. Stiven Mendoza (COL/Corinthians) 13,5.

26. Sherman Cárdenas (COL/Atlético Mineiro) 13,0.

27. Agustín Allione (ARG/Palmeiras) 12,5.

28. Brian Rodríguez (URU/Grêmio) 11,0.

29. Joel (CAM/Cruzeiro) 10,0.

30. Emanuel Biancucchi (ARG/Vasco) 9,5.

31. Bruno Pereirinha (POR/Atlético Paranaense) 9,5.

32. Wilder Guisao (COL/São Paulo) 8,5.

33. Maxi Rodríguez (URU/Grêmio) 8,5.

34. Víctor Cáceres (PAR/Flamengo) 8,0.

35. Fernando Barrientos (ARG/Atlético-PR) 7,5.

36. Eugenio Mena (CHI/Cruzeiro) 6,5.

37. Pablo Armero (COL/Flamengo) 6,0.

38. Jorge Valdivia (CHI/Palmeiras) 6,0.

39. Pablo Mouche (ARG/Palmeiras) 5,5.

40. Mariano Trípodi (ARG/Joinville) 4,0.

41. Cristian Ledesma (ARG-ITA/Santos) 4,0.

42. Matías Rodríguez (ARG/Grêmio) 3,5.

43. Edwin Valencia (COL/Santos) 1,5.

44. Martín Luque (ARG/Internacional) 1,0.

45. Felipe Seymour (CHI/Vasco) 0,5.

46. Fernando Tobio (ARG/Palmeiras) 0,5.

47. Lucas Mugni (ARG/Flamengo) 0,5.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade