7 eventos ao vivo

Luxemburgo 'escapa' de pressão e não volta para Porto Alegre com Grêmio

17 mai 2013
13h34
atualizado às 15h37

O técnico Vanderlei Luxemburgo não irá voltar com a delegação gremista para Porto Alegre nesta sexta-feira, após a eliminação do Grêmio para o Independiente Santa Fe, nesta quinta, no Estádio El Campín. O comandante ficará na escala em São Paulo e voa para o Rio de Janeiro. Após o 1 a 0, a pressão por sua demissão aumentou. O presidente Fábio Koff não garantiu a continuidade do projeto no clube gaúcho e fará uma reunião com a direção.

Os gremistas voltam para a capital gaúcha e devem chegar ao final da noite de sexta-feira. Como o fim de semana será de folga para o grupo, que só joga novamente no dia 26, contra o Náutico, na estreia no Brasileirão, o destino de vários jogadores pode ser o mesmo do treinador, sem aparecer em Porto Alegre.

As permanências do treinador no Rio de Janeiro, em períodos de folga, não são novidades. Depois da última folga concedida pelo clube, ele até se atrasou para retornar do Rio de Janeiro e perdeu o primeiro treinamento no Olímpico.

Quando da reapresentação gremista, na tarde de segunda-feira, Vanderlei Luxemburgo já vai ter um veredicto quanto a sua continuidade no clube gaúcho. Koff e demais dirigentes do Conselho de Administração se reunirão com os comandantes do futebol gremista e já terão debatido a demissão de Luxemburgo. A pressão interna é grande pela saída do técnico.

Contratado em fevereiro de 2012, Luxemburgo tem aproveitamento de 62% no comando da equipe. Em 93 jogos, são 52 vitórias, 19 empates e 22 derrotas. Até o momento, chegou apenas em uma decisão de turno do Campeonato Gaúcho. Nas sete competições que disputou, não venceu nenhum título com o Tricolor.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade