8 eventos ao vivo

Manchester United vence em jogo de 7 gols e dispara na ponta do Inglês

1 dez 2012
17h55
atualizado às 17h57

Em jogo de sete gols em 34 minutos, o Manchester United bateu neste sábado o Reading, fora de casa, por 4 a 3, e abriu três pontos de vantagem para o rival City na liderança do Campeonato Inglês, antes mesmo do encerramento da 15ª rodada da competição.

Ainda neste sábado, Dois gols do atacante Michu nos dois minutos finais da partida, deram a vitória para o Swansea fora de casa contra o Arsenal, por 2 a 0, enquanto o Manchester City apenas empatou no Etihad Stadium com o Everton, em 1 a 1. Já o Chelsea perdeu de virada para o West Ham, por 3 a 1.

A vitória do Manchester United foi marcada pela emoção desde o apito inicial. A primeira torcida a festejar, no entanto, foi a do Reading, logo aos oito minutos de jogo, com gol do atacante galês Hal Robson-Kanu.

O meia Anderson buscou o empate para os 'Diabos Vermelhos', cinco minutos depois. O ex-jogador do Grêmio, no entanto, saiu do jogo no fim do primeiro tempo, contundido. Antes, outro brasileiro que começara jogando, Rafael, deixou o campo, substituído por Smalling.

Aos 16 minutos da etapa inicial, Wayne Rooney, de pênalti, virou o placar para a equipe de Alex Fergunson. O jogo seguiu aberto e o Reading seguiu dando as cartas, marcando com Adam Le Fondre e Sean Morrison, aos 19 e 23 da etapa inicial.

Faltando 15 minutos para o fim do primeiro tempo, Rooney empatou e quatro minutos depois, Robin Van Persie fez o quarto gol, colocando números finais no marcador. A vitória fez o Manchester United chegou aos 36 pontos ganhos.

Em Londres, se enfrentaram duas das equipes de estilo mais ofensivo do futebol inglês. Foram 88 minutos sem gols, mas de muita emoção, até que Michu marcasse aos 43 e aos 45 da etapa final, chegando a 10 gols na competição. Com isso, o espanhol se iguala a Luis Suárez, do Liverpool, na artilharia do Inglês.

A equipe do técnico Michael Laudrup sofreu contra o Arsenal, que dominou boa parte do confronto deste sábado. As principais chances da equipe londrina vieram dos pés de Santi Cazorla e Lukas Podolski, que não conseguiram balançar as redes.

No Swansea, Michu era o homem mais perigoso desde o início da partida e chegou a ter grande chance de abrir o placar aos 30 minutos de jogo. Aos 43 da etapa final, contudo, o atacante ficou cara a cara com o goleiro Szczesny e balançou as redes. Dois minutos depois, a cena se repetiu e o espanhol voltou a não perdoar, dando números finais a partida.

Em Manchester, o City foi buscar o empate com o Everton em 1 a 1, com gol de pênalti marcado pelo argentino Carlos Tévez. O ex-atacante do Corinthians marcou aos 43 minutos de jogo, 10 depois de Marouane Fellaini ter aberto o placar para a equipe de Liverpool.

A partida teve domínio claro dos 'Citizens' desde seus primeiros minutos, com a equipe de Roberto Mancini apresentando maior posse be bola, mas sem conseguir chegar ao gol do Everton, que marcava forte e abusava dos contra-ataques.

Em um desses lances, a bola chegou na esquerda para Leighton Baines, que cruzou na medida para Fellaini cabecear para gol, salvo pela defesa de Joe Hart. No rebote, contudo, o meia belga estufou as redes para abrir o placar.

Pouco depois, o próprio Fellaini cometeu pênalti no atacante bósnio Edin Dzeko. Na cobrança, Tévez bateu com força, no centro do gol, sem dar chances para o goleiro americano Tim Howard.

Na segunda etapa, o time de Liverpool seguiu marcando implacavelmente, minando a confiança do City, que pouco ameaçava. Apenas no fim da partida, o time de Mancini, já com Agüero e Balotelli em campo, nos lugares de Tévez e Dzeko, voltou a pressionar, mas sem sucesso.

Quem se deu bem na rodada foi o Tottenham, que bateu o Fulham fora de casa por 3 a 0, e subiu para a quarta colocação na competição. Todos os gols dos 'Spurs' foram marcados na segunda etapa, por Sandro, aos 11, e Jermain Defoe, aos 27 e 32.

A equipe londrina ultrapassou o West Bromwich, que caiu diante do Stoke City por 1 a 0, jogando em seus domínios. O gol da vitória da equipe visitante foi marcado por Dean Whitehead, aos 30 minutos da segunda etapa.

O Liverpool, jogando em Anfield Road, conquistou magra e importante vitória sobre o Southampton, por 1 a 0. O gol dos 'Reds' foi marcado por Danny Agger, aos 43 minutos de jogo. O resultado colocou a equipe do volante brasileiro Lucas na 11ª posição, com 19 pontos.

Ainda pela 15ª rodada, neste sábado, o lanterna Queens Park Rangers, sem o goleiro brasileiro Júlio César, contundido, empatou com o Aston Villa em 1 a 1. Brett Holman fez o gol dos visitantes e Jamie Mackie empatou para o QPR.

Mais cedo, o Chelsea caiu diante do West Ham, por 3 a 1, fora de casa. Os 'Blues' ainda saíram na frente no marcador, logo aos 13 minutos com gol de Juan Mata. A reação dos mandantes começou no segundo tempo, com Carlton Cole, que empatou aos 18. Mohamed Diame, aos 31, e Modibo Maiga, aos 46, decretaram a primeira derrota de Benítez como treinador do Chelsea.

EFE   
publicidade