0

Maradona escreve carta de apoio a Cassano: "conheço essa sensação"

2 nov 2011
09h13

Os médicos do Milan ainda não divulgaram os resultados dos exames do atacante Antonio Cassano, que passou mal na noite de sábado, ao desembarcar em Milão, na Itália, mas, apesar do mistério e da falta da informação, a situação mexeu profundamente com o ex-jogador Diego Armando Maradona. Nesta quarta-feira, uma carta do argentino ao jogador italiano foi publicada pelo jornal Corriere dello Sport, na qual manifesta apoio e deseja melhoras.

"Há momentos na vida em que um jogador tem que ser forte. Por si mesmo, por seus filhos e por sua família. São momentos de sofrimento. Físico também. Sei do que estou falando e sei que neste momento, querido Antonio, você entende o que quero dizer", escreveu o atual técnico do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos. Ele se disse tocado pelo drama de Cassano, que teve um acidente vascular cerebral (AVC) cogitado após ter dificuldades na fala, cansaço e tonturas.

"Eu sei os pensamentos, medos e tormentos que afloram em sua mente. Conheço a sensação de perplexidade e, por que não, de solidão que de repente faz você ver tudo preto", escreveu Maradona, que relembrou o dia em que conheceu Cassano, em junho de 2005, para ressaltar o caráter e o físico forte do jogador do Milan. "Desejo que se recupere também pelo futebol, porque a fantasia que talentos como você oferecem nunca é suficiente", ressaltou.

Diego Maradona já viveu alguns dramas semelhantes durante a carreira de futebol. Seu vício em drogas foi escancarado em 1991, quando foi pego em exame antidoping por cocaína. Entre processos de reabilitação e recaídas, chegou a ficar perto da morte quando, em 2004, passou mal e foi internado com problemas cardíacos em decorrência de uma overdose. O abuso de álcool também causou alguns problemas ao ex-jogador argentino.

Maradona relembrou drama pessoal para desejar força a Cassano
Maradona relembrou drama pessoal para desejar força a Cassano
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade