1 evento ao vivo

Medo de Ebola faz clube espanhol obriga jogador a deixar a seleção

8 out 2014
12h14

Assustado com o surto de ébola que assola diversos países da África e chegou nesta semana à Espanha, o Rayo Vallecano obrigou o seu jogador Lass Bangoura a voltar ao país. Ele defende a seleção da Guiné, país que sofre com a doença. O atacante já admitiu que vai assumir qualquer punição dada pela federação.

O temor é tanto, que Lass nem sequer foi ao país. Por causa do surto, a Guiné está mandando os seus jogos no Marrocos. Mas o Rayo Vallecano achou melhor não correr riscos de contagio e obrigou o atacante a pegar o voo para a Espanha.

De acordo com o departamento médico do clube, será preciso ainda ver como o jogador será tratado quando retornar. A Fifa e a Uefa não estabeleceu protocolos, e para a doença se propagar no vestiário seria rápido.

A Guiné está na terceira colocação do Grupo E das Eliminatórias da Copa Africana de Nações de 2015. A equipe tem dois jogos marcados para os próximos dias. O primeiro no sábado em Casablanca contra Gana, e depois contra a mesma seleção em Accra.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade