2 eventos ao vivo

Barcelona prepara faxina; veja planos dos clubes europeus

9 mai 2014
08h43
atualizado em 30/6/2014 às 11h02
  • separator
  • 0
  • comentários

O fim da temporada se aproxima e, junto dele, aumentam as especulações sobre contratações, dispensas, renovações e trocas de jogadores nos principais clubes do futebol europeu. Nesta metade de 2014, apesar da realização de mais uma Copa do Mundo, não será diferente: enquanto os craques estiverem representando as suas seleções em solo brasileiro, os clubes do “velho continente” se preocuparão em observar possibilidades para reforçar os seus elencos já pensando na próxima temporada.

<p>Clube catal&atilde;o prepara reformula&ccedil;&atilde;o para a pr&oacute;xima temporada</p>
Clube catalão prepara reformulação para a próxima temporada
Foto: Getty Images

O caso mais claro é o do Barcelona. Após um ano decepcionante, com eliminação nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, vice-campeonato na Copa do Rei e um desempenho irregular na liga espanhola, o clube catalão já anunciou que fará uma “limpa” no seu grupo de atletas. Especula-se que 13 jogadores devam deixar o clube ao fim da temporada. Entre eles estariam os brasileiros Daniel Alves e Adriano, além dos consagrados Fàbregas, Mascherano, Alexis Sánchez e Pedro. Novas contratações, contudo, também serão feitas.

E não será só o clube catalão que tentará se “reinventar” para 2014/15. Times poderosos como Bayern de Munique, Juventus, Chelsea, Manchester United e Paris Saint-Germain também sofreram decepções em âmbito continental e já começam a se movimentar antes mesmo da abertura da janela de transferências, em 1º de julho. Assim, com a data cada vez mais próxima, o Terra listou o que cada um dos principais clubes da Europa espera buscar no mercado que está prestes a mexer com o futebol internacional.

 

Barcelona: renovação, força defensiva e talento alemão

O desgaste da maior geração da história do Barça é perceptível. É pouco provável que a base do time bicampeão mundial e tetra espanhol dê mais alegrias à torcida azul-grená nos próximos anos. Assim a diretoria catalã deve entrar com força máxima neste mercado – ainda mais depois da suspensão à punição da Fifa, que havia proibido o Barça de fazer contratações por um ano. O principal foco é o sistema defensivo. No gol, Ter Stegen, do Borussia Monchengladbach, já foi contratado.

Porém, o miolo de zaga é o principal problema. Puyol passa mais tempo machucado do que em campo, e o jovem Bartra não é confiável. Assim, no mínimo dois zagueiros devem chegar para fazer companhia a Piqué. Os brasileiros David Luiz, muitas vezes reserva no Chelsea, e Thiago Silva, que teria se desentendido com Ibrahimovic no vestiário Paris Saint-Germain, são os sonhos de Josep Maria Bartomeu, presidente catalão. Porém, os preços dos titulares da Seleção, em torno dos 40 milhões de euros (R$ 127,6 milhões) podem fazer o belga Thomas Vermaelen, do Arsenal, e o dinamarquês Daniel Agger, do Liverpool, virarem alvos.

Além deles, quem também pode chegar é o jovem Marco Reus, do Borussia Dortmund. O talentoso atacante alemão é tido como ideal para formar um respeitável trio com Lionel Messi e Neymar no setor ofensivo do Barça. Ele, entretanto, tem contrato com a equipe auri-negra até 2017, e a concorrência com o Manchester United pode fazer a sua contratação virar um indesejável leilão. Assim, Sergio Aguero, um dos melhores amigos de Messi, pode ser procurado.

Foto: Getty Images

 

Real Madrid: um centroavante para ser “a cereja do bolo”

Karim Benzema é, inegavelmente, um dos maiores atacantes do futebol mundial. Não vem sendo capaz, no entanto, de se tornar unanimidade com a exigente torcida merengue. Assim, o time presidido por Florentino Pérez deve ir ao mercado em busca de um centroavante com “mais nome” que o francês. Após tentar (sem sucesso) a contratação do colombiano Falcão García no ano passado, o foco, agora, deve ser Luis Suárez.

Artilheiro do Campeonato Inglês e principal jogador do surpreendente Liverpool nesta temporada, o uruguaio chegaria para ser a “cereja do bolo” de um ataque que já conta com Cristiano Ronaldo e Gareth Bale. O fato de o clube vermelho não conquistar um título de primeiro escalão há pelo menos nove anos e, teoricamente, ter menos chances na Liga dos Campeões da Europa do ano que vem é o trunfo dos espanhóis.

Para ele chegar, porém, 85 milhões de euros (R$ 261 milhões) e Karim Benzema teriam que sair de Santiago Bernabéu. O destino do francês pode ser o Paris Saint-Germain, que busca formar um time com mais jogadores do próprio país, ou até mesmo o Liverpool, que teria dinheiro para realizar pelo menos duas grandes contratações com a possível venda de Suárez.

Foto: Reuters

 

Atlético de Madrid: manutenção e reforço pontual

Grande sensação desta temporada no futebol europeu, o Atlético de Madrid terá como principal objetivo em julho e agosto manter o time que chocou a Europa em 2013/14. Diego Costa vem sendo assediado pelo Chelsea, e jogadores como Arda Turan, Koke, Juanfran, Miranda e Felipe Luis podem sair.

O intuito, então, é não perder o “esqueleto” da equipe que se acertou sob o comando de Diego Simeone e, se possível, buscar um ou dois nomes importantes no mercado. O meia-atacante francês Jérémy Ménez, que luta pela titularidade no Paris Saint-Germain, é o mais cotado, já que tem o seu contrato encerrado em junho e viria de graça para o Vicente Calderón. Ele chegaria para ocupar o lugar do uruguaio Cristian Rodríguez, que já externou o desejo de deixar o Atlético ao fim da temporada.

Foto: AFP

 

Bayern de Munique: não perder no meio e ganhar no ataque

O bicampeão alemão pode perder duas peças importantes nesta janela de transferências. O meia Thomas Muller estaria insatisfeito com a falta de oportunidades com Pep Guardiola e disposto a desembarcar no Manchester United na próxima temporada. A chegada de Louis van Gaal ao banco de reservas inglês pode ajudar na transferência, já que foi ele o responsável por lançar Muller ao time principal do Bayern em 2009/10. Quem também pode sair é Javi Martínez, que sofre com a concorrência na cabeça de área bávara e vem atraindo o interesse de Manchester City e Arsenal.

Se o meio de campo pode ficar desfalcado, o ataque, certamente, será reforçado neste mercado de transferências. O astro polonês Robert Lewandowski já foi contratado junto ao Borussia Dortmund, e Loic Remy, atacante do Newcastle e da seleção francesa, está praticamente certo. Ambos devem chegar para fazer sombra ao croata Mario Mandzukic, que, por sua vez, pode decidir por deixar o Bayern e tentar uma transferência para Juventus, Chelsea, Arsenal ou Manchester United.

Foto: AP

 

Borussia Dortmund: substituto para Lewandowski

Após Mario Gotze, no ano passado, será a vez de Robert Lewandowski “virar a casaca” e deixar o Borussia Dortmund para ir ao rival Bayern de Munique, na próxima temporada. Desta forma, o principal objetivo da equipe auri-negra nesta janela de transferências será achar um substituto para o polonês. O colombiano Adrián Ramos, do Hertha Berlim, já foi contratado, mas o principal alvo é o marfinense Wilfried Bony, do Swansea City. O atacante brilhou pela equipe galesa na Premier League, mas, com contrato até 2017, custaria 25 milhões de euros (R$ 77,5 milhões) aos cofres alemães.

Foto: Getty Images

 

Chelsea: trocar passividade por “espírito brigador”

O Chelsea não abdicou de trazer reforços importantes no início da última temporada. Jogadores como Samuel Eto’o, André Schurlle, Nemanja Matić e Willian foram contratados, mas o time não conseguiu deslanchar.  Neste período, José Mourinho não poupou críticas a seus jogadores, acusando-os, principalmente, de apresentar certa displicência dentro de campo. Assim, o português deve pedir reforços com espírito “mais aguerrido”.

O maior alvo é Diego Costa, artilheiro do Atlético de Madrid e que, segundo a imprensa espanhola, já teria acertado por 60 milhões de euros (ceca de R$ 184 milhões) com o clube inglês. Nesta transferência, o goleiro Courtois pode ser cedido em definitivo ao time colchonero, que o tem apenas por empréstimo até o fim da temporada. Caso não haja acordo, Balotelli (Milan) e Cavani (PSG) são opções consideradas.

Outro foco é a lateral esquerda. Com Ashley Cole em decadência e Azpilicueta inconstante, Filipe Luís, também do algoz azul na semifinal da Liga dos Campeões da Europa, é desejado por Mourinho. Outro brasileiro, o jovem Alex Sandro, ex-Santos e atualmente no Porto, é visto como plano B à contratação do jogador do Atlético de Madrid. Por outro lado, as críticas públicas feitas pelo treinador português nos últimos dias podem fazer Hazard e Oscar buscar novos ares na próxima temporada.

Foto: Reuters

 

Manchester City: sonhar com Messi não custa nada

Dono de um elenco milionário, que vem mostrando força em âmbito nacional, o City busca, agora, uma contratação que o impulsione para brigar por títulos continentais. E nada melhor do que tentar Lionel Messi. Eleito quatro vezes melhor do mundo nos últimos cinco anos, o argentino teve uma temporada instável, sofrendo com lesões e atuações apagadas, e pode estar disposto a buscar novos desafios na sua carreira.

Para atraí-lo, o Manchester City estaria preparando uma oferta de 200 milhões de euros (R$ 640 milhões), recorde em toda a história. É difícil, porém, que o Barcelona aceite a saída de seu maior ídolo passivamente. Outro fator que pesa contra o time inglês é a possibilidade de sofrer uma dura punição da Uefa, por descumprimento do fair-play financeiro. A multa pode girar em torno dos 60 milhões de euros (R$ 185 milhões).

Foto: AP

 

Manchester United: reformular com segurança

Nos últimos dois anos, Shinji Kagawa e Mauroane Fellaini foram contratados com pompa, mas, ao desembarcarem em Old Trafford, não repetiram o bom desempenho dos tempos de Borussia Dortmund e Everton, respectivamente. Assim, o clube inglês busca, agora, contratações seguras, sem margem de erro. Marco Reus, do Borussia Dortmund, tem este perfil.

Ainda jovem, ele é a grande estrela da equipe alemã e chegaria para se tornar uma das lideranças do United, que necessita de renovação depois de uma temporada trágica. De acordo com jornais ingleses, o clube vermelho não medirá esforços para contratá-lo. Outro que interessa é Thomas Muller. O meia perdeu espaço no Bayern de Munique após a chegada de Pep Guardiola e estaria disposto a se arriscar no futebol inglês. Por sua vez, Robin Van Persie pode sair do time de Manchester. Ele tem seu nome envolvido em uma possível troca com Mario Balotelli, do Milan.

Foto: Reuters

 

Liverpool: manter Luis Suárez, encorpar a zaga e tentar Carlitos

Uma das surpresas da temporada na Europa, o Liverpool encantou a Inglaterra com um ataque jovem, veloz e talentoso, formado por jogadores como Philippe Coutinho, Daniel Sturridge, Raheem Sterling e Luis Suárez. O uruguaio, novamente, será o foco dos esforços da equipe vermelha, que fará de tudo para mantê-lo nesta janela de transferências. As investidas do Real Madrid prometem ser fortes e insistentes, assim como foram com Gareth Bale, então no Tottenham, durante o ano passado.

Além de Suárez, a defesa obrigará a diretoria do Liverpool a se mexer. O time mostrou ter uma retaguarda vulnerável, e já admitiu interesse em três jogadores: o grego Kyriakos Papadopoulos, do Schalke 04, o croata Dejan Lovren, do Southampton, e o inglês Steven Caulker, do rebaixado Cardiff. Caso um deles chegue, o dinamarquês Daniel Agger, que já beira os 30 anos e pouco jogou nesta temporada, terá as portas abertas para se transferir, possivelmente, ao Barcelona. Do meio para frente, o meia armênio Henrikh Mkhitaryan, o suíço Xherdan Shaqiri, o inglês Adam Lallana e até mesmo Carlos Tevez interessam ao time de Anfield.

Foto: Getty Images

 

Arsenal: a velha prática de Arsene Wenger

Técnico mais longevo entre as equipes da primeira divisão inglesa, Arsene Wenger nunca teve o seu cargo tão ameaçado como nesta temporada. Apesar disto, o comandante francês resistiu à frente do Arsenal e, mesmo após o “susto” de mais uma temporada fracassada, não deve mudar a sua conhecida prática nesta janela de transferências. Reforços de peso – como foi Mesut Ozil no ano passado – não devem chegar. A aposta será (novamente) em atletas jovens.

Antoine Griezmann, destaque de 23 anos da Real Sociedad e já convocado para a seleção de Didier Deschamps, será assediado. Assim como Daryl Janmaat, zagueiro de 24 anos do Feyernood e da renovada Holanda que virá ao Brasil para disputar a Copa do Mundo. Por outro lado, Bacary Sagna e Lukasz Fabianski já admitiram que querem buscar novos ares e devem sair. Para o lugar do goleiro, pode chegar Kasper Schmeichel, titular do Leicester City e filho do lendário goleiro dinamarquês Peter Schmeichel.

Foto: Getty Images

 

Juventus: segurar Pogba e investir em Nani

Atual tricampeã italiana, a Juventus não deverá fazer grandes mudanças em seu elenco para a próxima temporada. O jogador que tem mais chances de sair é o francês Paul Pogba. Titular absoluto no meio de campo alvinegro e eleito o melhor jogador do último Mundial Sub-20, o atleta é cobiçado por Real Madrid e até mesmo Paris Saint-Germain. O clube de Paris, aliás, estaria disposto a envolver o brasileiro Lucas em uma possível troca com o time de Turim.

Entre os reforços, o nome mais forte é o de Nani. Sem espaço no Manchester United, o português já teria, inclusive, assinado um pré-contrato com a Juventus. Habilidoso, forte fisicamente e veloz, ele já foi diversas vezes elogiado pelo treinador Antonio Conte. Caso esta contratação não vinge, a opção mais provável é o chileno Alexis Sánchez, do Barcelona. Ele tem boa passagem pelo futebol italiano, onde brilhou pela Udinese, há duas temporadas, e já foi exaltado por membros da diretoria alviengra. Quem também pode chegar é Mario Balotelli, que se desentendeu com o técnico Clarence Seedorf e, depois de Inter e Milan, pode jogar pelo seu terceiro grande clube no futebol italiano.

Foto: Getty Images

 

Milan: novela Kaká e troca estrelada

O principal reforço rubro-negro na última temporada pode ser transformar na maior perda para a próxima. O brasileiro Kaká, contratado junto ao Real Madrid em setembro, já admitiu que é possível que ele deixe o time de San Siro depois da Copa do Mundo. O jogador já externou o desejo de atuar no ascendente futebol dos EUA, e o São Paulo, clube que o revelou, estaria interessado em repatriá-lo. De acordo com o meia, “há questões familiares” que vão pesar na sua decisão.

Além da permanência de Kaká, o Milan tentará realizar uma “troca estrelada” nesta janela de transferências. Mario Balotelli não teria mais clima com Clarence Seedorf e especula-se que ele tenha sido oferecido ao Manchester United, em troca de Robin Van Persie. O holandês do Manchester United estaria disposto a jogar fora da Inglaterra, país pelo qual atua desde 2004.

Foto: AFP

 

Inter de Milão: dinheiro entra, e ataque é prioridade

Depois de quatro anos sem grandes conquistas e muitas perdas de jogadores, a Internazionale de Milão deverá, enfim, ser mais ativa na próxima janela de transferências. O clube foi comprado recentemente pelo indonésio Erick Thohir e, ao que tudo indica, terá bastante dinheiro para gastar no mercado. O zagueiro Nemanja Vidic, do Manchester United, já foi contratado, mas a prioridade é o ataque.

O bósnio Edin Dzeko, do Manchester City, é o mais cobiçado, mas o bom fim de temporada pelo Manchester City e uma provável valorização após a Copa do Mundo podem distanciá-lo de Milão. Neste caso, Fernando Torres, do Chelsea, e até Ezequiel Lavezzi, do PSG, virariam alvos. Como terceira opções, de acordo com a imprensa italiana, a Inter teria Álvaro Morata, do Real Madrid, e Pablo Osvaldo, da Juventus.

Foto: Getty Images

 

Roma: volta à Champions proporciona voos mais altos

Após fazer uma excelente campanha no Campeonato Italiano e retornar à fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa depois de quatro anos, a Roma terá mais dinheiro (e motivos) para investir em seu elenco. Representantes do clube, segundo jornais italianos, já teriam viajado para a Inglaterra em busca de três reforços: Lukaku, Lamela e Paulinho.

O brasileiro não fez boa temporada no Tottenham e entrou em rota de colisão com o treinador Tim Sherwood. Seria, então, uma ótima oportunidade para tentar a sua contratação; Lamela, por sua vez, deixou a Roma no ano passado para também jogar na equipe de White Hart Lane e não correspondeu às expectativas. A intenção é trazê-lo por empréstimo. Assim como com Romelu Lukaku, que pertence ao Chelsea, mas jogou pelo Everton na última temporada e pode ser cedido pelo time de José Mourinho novamente. Caso queira comprá-lo, a Roma terá que desembolsar cerca de 20 milhões de libras (R$ 76 milhões).

Foto: Divulgação

 

Paris Saint-Germain: olho (de novo) na Itália e desejo por um time mais francês

Depois de tirar Thiago Silva, Ibrahimovic, Cavani, Lavezzi, Pastore, Marquinhos, Sirigu e Thiago Motta do futebol italiano nos últimos anos, o PSG novamente se voltará ao país do sul da Europa para buscar reforços ao seu elenco. O jovem meia Miralem Pjanić, destaque da Roma na temporada, está na mira da equipe parisiense. Após algumas recusas do time da capital italiana, o PSG estuda oferecer uma troca por Pastore, que não é titular absoluto com Laurent Blanc.

Outro desejo do atual bicampeão nacional é tornar o time “mais francês”. Após ser comprado pelo milionário catari Nasser Al-Khelaïfi, em 2011, o PSG virou uma “equipe internacional”, recheada de jogadores estrangeiros. Em busca de mais popularidade dentro do próprio país, o clube deve, agora, focar seus esforços na tentativa de contratar “atletas nacionais”. O meia Paul Pogba, da Juventus, e o zagueiro Laurent Koscielny, do Arsenal, são cogitados. Além deles, o atacante Karim Benzema, do Real Madrid, pode receber proposta milionária. 

Foto: Reuters
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade