0

Mesmo com falta de ritmo, Botafogo supera Figueirense e mantém 100% em Volta Redonda

4 jul 2013
00h04
atualizado às 00h16

Uma peça pode mexer em toda engrenagem. Fato comprovado no duelo entre Botafogo e Figueirense, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Entrada de Vitinho na vaga de Fellype Gabriel fez com que o time ficasse um pouco perdido no meio de campo. Entretanto, o Glorioso conseguiu uma vitória magra de 1 a 0. O resultado foi suficiente para levar para Santa Catarina a vantagem do empate. De quebra, ainda manteve a invencibilidade em Volta Redonda, agora de dez jogos.

A partida da volta está programada para o dia 24, no mesmo horário, no Orlando Scarpelli. Pelo Campeonato Brasileiro, o Botafogo enfrenta o Fluminense no domingo, dia 7, às 18h30, na Arena Pernambuco. Já o Figueirense, pela série B do Brasileiro, recebe o Boa Esporte, no sábado, às 21h.

O JOGO

Depois de 24 dias sem pisar em um gramado para uma partida oficial, o Botafogo sentiu um pouco o ritmo de jogo. Buscando se encontrar em campo, a equipe carioca pouco atacou o Figueirense nos minitos iniciais do primeiro tempo. Assim como o Glorioso, o figueira também sentiu o longo período inativo e quase não ameaçava o alvinegro carioca. Se não fosse as boas investidas de Wellington Saci pela esquerda, o time catarinense não levaria perigo ao gol de Jefferson.

Já pelo lado do Botafogo, Seedorf fazia jus ao papel de maestro. Com duas bolas na trave, sendo uma com um toque de classe por cobertura, o camisa 10 mostrou estar com fôlego de menino, mesmo tendo se reapresentado dez dias depois dos companheiros. Além do holandês, Lodeiro, Rafael Marques e Vitinho também ameaçavam a meta de Tiago Volpi. Tanto que o gol partiu deles.

Após cobrança de escanteio, Lodeiro cruzou para área e Rafael Marques, de cabeça, mandou a bola para o fundo do gol do Figueirense. Depois do lance, o alvinegro chegou a dominar mais o confronto, mas sem muita objetividade.

Diferentemente do primeiro tempo, as duas equipes voltaram mais ligadas no segundo. O Figueirense quase empata com Rafael Costa, mas o atacante cabeçeou fraco. Já o Botafogo, em boa jogada de Rafael Marques e Vitinho, chegou a pedir pênalti após o camisa 31 cair na área.

Aos 22 minutos, Vitinho, de novo, quase marca o segundo. O meia-atacante chutou da intermediária, mas o goleiro catarinense conseguiu encaixar bem a bola. Em resposta, Rafael Costa, novamente, recebe de Nem e chuta, obrigando Jefferson a fazer uma boa intervenção a queima-roupa.

Depois do lance, o Botafogo dominou o jogo, mas não conseguia acertar o último passe para marcar o segundo. Enquanto isso, o Figueirense, em contra-ataques, tentava o empate. A melhor chance foi aos 39, com Rafael Costa, na pequena área. Mas o camisa 9 mandou a bola por cima da meta de Jefferson.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 0 FIGUEIRENSE

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)

Data/hora: 3/7/2013 – 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)

Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Fábio Rogério Baesteiro (SP)

Cartão Amarelo: -

Cartão Vermelho: -

Público/Renda: 754 pagantes/R$ 14.985

Gol: Rafael Marques (28'1ºT)

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Lodeiro (Renato 38'2ºT), Seedorf e Vitinho (Sassá 29'2ºT); Rafael Marques - Técnico: Oswaldo de Oliveira.

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi, André Rocha, Thiego, Douglas Silva e Wellington Saci; Nem, Ronaldo Tres, Maylson (Tchô 5'2ºT) e Diguinho; Ricardinho (Pablo 16'2ºT) e Rafael Costa – Técnico: Adilson Batista.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade