0

Mesmo sem Higuaín, Napoli goleia e impede disparada da Juventus

10 abr 2016
18h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar do desfalque do atacante Higuaín, artilheiro do Campeonato Italiano, o Napoli venceu o Verona por 3 a 0 neste domingo no estádio San Paolo e se manteve a seis pontos da líder da competição, a Juventus, que no sábado bateu o Milan por 2 a 1 fora de casa.

A Juve caminha firme rumo ao penta e soma 76 pontos, mas o time dirigido por Maurizio Sarri fez sua parte, chegou a 70 e fica na torcida por tropeços da 'Velha Senhora'. O Verona, por outro lado, continua na lanterna, com 22 pontos, seis abaixo do Carpi, último entre os que estão fora da zona de rebaixamento.

Após um chute na trave e três chances claras de gol nos 20 primeiros minutos de partida, o Napoli abriu o placar aos 30, com Gabbiadini, substituto de Higuaín, que marcou de cabeça.

As oportunidades continuaram aparecendo e ainda antes do intervalo, aos 47 minutos, Callejón sofreu pênalti que acarretou na expulsão de Souprayen. Insigne cobrou, converteu e aumentou a vantagem. Na etapa final, aos 25, o próprio Callejón fechou a conta.

O Napoli mais uma vez contou com o meia brasileiro naturalizado italiano Jorginho, enquanto o Verona teve o zagueiro Samir, ex-Flamengo, entre os titulares.

Já a Fiorentina não conseguiu recuperar a quarta posição, perdida ontem para a Inter de Milão. A 'Viola' perdeu para o Empoli por 2 a 0, com gols de Pucciarelli e Zielinski, e parou nos 56 pontos, dois atrás dos 'Nerazzurri', que no sábado derrotaram o Frosinone por 1 a 0.

Sem maiores pretensões no campeonato, a Lazio, oitava colocada, bateu o Palermo por 3 a 0 no estádio Enzo Barbera. Klose marcou os dois primeiros gols, e Felipe Anderson fechou o placar.

Outro brasileiro que balançou a rede na primeira divisão italiana neste domingo foi o volante Fernando, que ajudou a Sampdoria a vencer a Udinese por 2 a 0 em Gênova. Por sua vez, Bruno Peres fez o primeiro do Torino no triunfo sobre a Atalanta por 2 a 1 em Turim.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade