6 eventos ao vivo

Metade dos estádios da Copa das Confederações estão com obras inacabadas

14 mai 2013
15h58

Metade dos seis estádios que serão utilizados na Copa das Confederações, que acontecerá no Brasil em junho, estão incompletos, faltando um mês para a abertura da competição, que serve como um ensaio geral para a Copa do Mundo de 2014.

O Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, e o Maracanã, no Rio de Janeiro, sedes da abertura e final, respectivamente, estão em fase de finalização. Já na Arena Pernambuco, em Recife, as obras viárias de acesso ao público ainda precisam ser concluídas.

O Mineirão, em Belo Horizonte, e o Castelão, em Fortaleza, foram os únicos estádios que cumpriram a risca o calendário estipulado com a Fifa. A Arena Fonte Nova, em Salvador, foi entregue com atraso, mas já teve suas obras encerradas.

Durante visita ao Mané Garrincha, Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, disse, no entanto, que se sente com "mais confiança", devido ao avanço nas obras desde janeiro.

O estádio de Brasília será inaugurado no próximo sábado com a final do Campeonato Brasiliense. Depois, o local só voltará a ser utilizado na abertura da Copa das Confederações, entre Brasil e Japão, no dia 15 de junho, para público de 70.064 pessoas.

O Maracanã, que será inspecionado por Valcke amanhã, passou por um teste com capacidade 30% do público total. Antes da competição, no dia 2 de junho, o estádio terá sua primeira partida oficial pós-reabertura, com o amistoso entre Brasil e Inglaterra, para público completo de 76.804 pessoas.

A outra sede atrasada é Recife, onde estrearão Espanha e Uruguai, no dia 16 de junho. Nos arredores ainda estão pendentes obras de uma estação de metrô, ruas, avenida e viadutos que dão acesso ao estádio. A Arena será testada no dia 22, em amistoso envolvendo Náutico e Sporting, de Portugal.

Com capacidade de 44.248 pessoas, será o de menor capacidade na competição, embora seja um dos mais aguardados devido ao seu projeto arquitetônico, já que sua fachada mudará de cor, de acordo com as equipes que estiverem jogando.

A Copa da Confederações será realizada entre 15 e 30 de junho, com a participação de Brasil, Itália, Japão e México, no grupo A, e Espanha, Nigéria, Taiti e Uruguai, no B.

EFE   
publicidade