Mundial de Clubes

publicidade
05 de dezembro de 2011 • 16h20 • atualizado às 17h04

Borges critica prêmio da Fifa e quer resposta de Neymar no Mundial

Borges foi premiado como artilheiro do Campeonato Brasileiro
Foto: Reinaldo Marques / Terra
 
Henrique Moretti
Direto de São Paulo

Companheiro de ataque de Neymar no Campeonato Brasileiro, Borges ficou decepcionado com a ausência do colega entre os três finalistas da Bola de Ouro, prêmio oferecido pela Fifa em conjunto com a revista France Football para o melhor jogador do mundo. Reclamando que a honraria valoriza exageradamente o futebol europeu, o centroavante cobrou uma espécie de resposta do jovem em campo, no Mundial de Clubes.

» Quem é o craque do Brasileiro? Vote na megaenquete
» Confira como está o mercado da bola do Brasil para 2012
» Veja 20 jogadores que decepcionaram na Série A e escolha o pior

"Vai ser realmente uma oportunidade para o Neymar mostrar para o mundo inteiro aquilo que ele sabe fazer que é jogar futebol", disse Borges. O Santos embarca na noite desta segunda-feira rumo ao Japão para disputar o Mundial, pelo qual estreia em 14 de dezembro. O adversário pode ser o Monterrey, do México, que enfrenta nas quartas o Auckland City, da Nova Zelândia, ou o Kashiwa Reysol, do país-sede do evento.

Na manhã desta segunda, em uma cerimônia em Paris, o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e o argentino Lionel Messi e o espanhol Xavi Hernández, do Barcelona, foram anunciados como os três jogadores que seguem concorrendo à Bola de Ouro, cujo vencedor será divulgado em 9 de janeiro, em Zurique, na Suíça.

Neymar estava na lista dos 23 candidatos pré-selecionados que buscavam continuar nessa disputa, mas não teve sucesso. "Tenho certeza de que se ele jogasse na Europa estaria entre os três melhores e aí a briga seria boa", apontou Borges, atacando os critérios de avaliação. Os votantes do prêmio são jornalistas, além dos capitães e dos técnicos de seleções nacionais do mundo todo.

"Infelizmente acontecem essas coisas, não se valoriza muito (o futebol brasileiro) em relação ao futebol europeu. Mas a gente sabe da qualidade dele e sabe que ele (Neymar) vai arrebentar no Mundial", completou. A final do torneio, marcada para 18 de dezembro, pode ser disputada contra o próprio Barcelona, que encara o Espérance Sportive, da Tunísia, ou o Al-Sadd, do Catar, na outra semifinal.

Nesta tarde, Borges se fez presente no Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, para receber a Bola de Prata da revista Placar como o artilheiro do Brasileiro. O grande astro do evento foi o próprio Neymar, que ganhou a Bola de Ouro como o melhor jogador do campeonato. Ele evitou polemizar em relação à decisão divulgada pela Fifa, considerando-a "justa"

Terra Terra